Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Trail Running = Corrida no monte

 

IMG_4283.JPG

 

 

 

 

Fazer trails é o que está a dar e parece que a moda veio para perdurar.

Os amigos da sapatilha Mountain Ultra Trail Super Runnersssss, todos tem equipa, com um nome todo catita, todos vão apetrechados da cabeça aos pés como se o percurso fosse em direção ao campo de batalha e não pudesse faltar nada.

É as Salomon, as perneiras de compressão, as meias anti-bolhinha, a palmilha adaptada, a calça de compressão, a camisola técnica colorida da equipa, as luvas, os manguitos, os buffs, as bandas da cabeça, o impermeável, o corta vento, a mochila, o cinto ou colete de hidratação, o boné, os bastões, a iluminação frontal, o relógio técnico, o gps, a manta técnica, o apito, o ice gel, as bandas neuromusculares coloridas, as barras energéticas, o gel energético, a powerade, o analgésico.... e eu sei lá mais o quê, ajudem-me se me está a faltar algo.

 

 

 

 

IMG_4209.JPG

 

 

 

 

Lá vamos nós, todos lampeiros, como se um desfile de moda se trata-se, até à primeira poça de lama onde a malta começa a perder a chiquesa, ou não, pois ainda há aquelas dondocas "queques de la Foiz" que pensam mesmo estar em cima de uma passadeira vermelha, cheias de berloques e não me toques a reclamar das condições, das ultrapassagens à bruta, do piso irregular, da falta de guardanapo no abastecimento e da wc atrás das giestas... 

Pois é meus amigos, trail não é a caminhada no Passeio Marítimo de Algés, querem mostrar a saia desportiva rosa, com a meia a condizer e os totós da mesma cor, não será o trail a melhor opção.

 

 

 

 

IMG_4187.JPG

 

 

 

 

Atenção que não estou aqui a criticar quem se cuida e gosta de passar uma boa imagem, estou a criticar sim as manias dos não me toques no meio da mata. Aquele momento em que olhas para o lado e apetece cobrir-te de beijos por seres assim, diferente destes seres.

 

Nhenhices à parte, o trail é sim um dos meus desportos de eleição simplesmente por tudo. Em primeiro lugar eu não aprecio de correr, já por aí se vê que realmente tenho de gostar muito disto para voltar a repetir. É o contacto com a natureza, o descobrir novas paisagens e lugares incríveis, é o convívio, as aventuras, o desafio, a cooperação entre a equipa e entre os restantes participantes sempre prontos a ajudar, o respeito pela natureza e pela sua preservação, são as tainadas após a corrida e as amizades que se ganham. Reparem que nem toquei na palavra correr...

 

 

 

 

IMG_4293.JPG

 

 

 

 

O primeiro trail da nova época foi um dos mais conceituados, na Serra da Arga, evento organizado pelo Carlos Sá. Este ano optei apenas pelos 13 kms, visto que no ano anterior foram vintes e muitos em dia de muito calor, com um nível de exigência considerável para alguém inteligente como eu que se lançou sem treino prévio. Foi um dia repleto de insultos a tudo e todos, inclusive a mim mesma e onde fiz a Cruz para nunca mais.

 

É verdade, o meu corpinho não nasceu para ser atleta, veio com algumas anomalias sobre as quais irei mais tarde debruçar-me e quiçá processar em tribunal quem me fabricou assim.

 

 

 

 

 

IMG_4194.JPG

 

 

 

Se nunca experimentaram fazer um trail, garanto-vos que vale realmente a pena mesmo para quem, como eu, dispensa correr.

 

E por amor da Santa, mais vale descerem o nível, soltarem alguns palavrões, pois sempre auxilia no alivio do cansaço e da dor, do que levarem o nariz empinado, tropeçarem no primeiro pedregulho e magoarem-se à séria!

 

 

 

 

 

 

Desbravar mato na senhora do Salto, um paraíso aqui bem perto!

IMG_0574.JPG

 

 

Não é a primeira vez que gosto de me refugiar neste local que me transmite uma certa tranquilidade, pela paisagem, pelo silêncio e por ser aqui bem perto em Aguiar de Sousa.

Reza a lenda que neste local um cavaleiro seguia uma lebre entre o nevoeiro, quando se deparou com o abismo, viu o cavalo saltar do penhasco e sobreviveu após apelar as entidades dividas. O cavaleiro e o cavalo escaparam ilesos, as marquinhas das patas do cavalo após o salto são visíveis numa das rochas e naquele local construiu-se a capela da N. Sr.ª do Salto. Para além disso construiu-se também um estrondoso e vistoso monumento em betão que liga o aeroporto a Espinho mas em honra não sei bem de quem. 

 

 

IMG_0666.JPG

 

 

Já tive oportunidade de fazer um trail por este território espetacular o que despertou o bichinho para explorar mais ainda estes trilhos.

Temos paraísos aqui bem ao lado e muitas não os valorizamos. Pés ao caminho com o nosso líder de equipa dos trails lá fomos fazer mais um treininho por paisagens soberbas.

 

 

 

 IMG_0606.JPG

 

 

Confesso que não sou uma amante de corrida, não me perguntem porque faço alguns trails, nem mesmo eu tenho uma explicação muito lógica. Talvez seja pelos amigos, pelas paisagens que fora destes eventos, provavelmente não teria acesso, ou mesmo porque no final há quase sempre direito a tasquinhos e convívio.

 

É que correr cansa muito, é verdade, não há fôlego e pernas que aguentem subir autênticas paredes e percorrer tanto quilometro em terreno instável. E o calor.... oh meus amigos, não fui mesmo feita para isto, pernas a tremer, suor por todo lado, parece que não há ar suficiente para chegar aos pulmões, não tarda nada a ter de encostar à sombra para retomar a forma antes que as tonturas tomem conta de mim. 

 

Em alguns casos solto mesmo a malcriadez que vai cá dentro e insulto tudo e todos, organização, colegas de equipe que me metem nisto, a mim mesma... enquanto avanço ao longo de vinte e tal quilómetros serra acima debaixo de sol.

 

"Anda uma mãe a criar uma filha para isto!"

 

A minha mãe acharia mais normal se a filha se tivesse metido na droga, ao invés de se levantar cedo ao domingo de manhã de Inverno para meter o pé na lama e correr debaixo de chuva.

 

 

 

IMG_0618.JPG

 

 

Lamentos à parte, com corrida ou sem corrida, este é de facto um local que vale a pena visitar, nem que seja só para levar o farnel, ou mesmo petiscar na ali na tasquinha com uma vista espetacular.

 

Tive a oportunidade de fazer um pouco de escalada, aproveitando as cordas nas rochas e até me senti um bocadinho orgulhosa por ter subido o penhasco do tombo do cavalo. É comum a prática desta modalidade neste local assim como já começa a existir caiaques e canoa para desportos e lazer no rio sousa.

 

 

 

IMG_0590.JPG

IMG_0594.JPG 

 

 

Há quem viva no paraíso por cá, a coelha não se importava nada de residir naquela singela península, amor e uma cabana, cabana com alguma pinta vá!

 

 

 

IMG_0651.JPG

 

 

Perigos à parte, há momentinhos só nossos que sabem pela vida, tarde de sol, sapatilhas nos pés com o livro na mão na descoberta do meu local de inspiração. Chamem-lhe uma espécie de meditação, esta é uma das minhas pequenas estratégias de renovação pessoal... e as vossas, quais são?

 

 

IMG_0652.JPG

 

 

 

 

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D