Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Panquecas Paleo e sem Glúten

IMG_6176.JPG

 

 
Fã desta iguaria e sempre na busca de receitas alternativas e mais saudáveis, deixo-vos uma solução paleo e sem glúten para começarem o dia deliciados ou mesmo como lanche.
Podem ajustar a massa ao vosso gosto, eu prefiro panquecas com a massa mais encorpada. 
 
 
 
Ingredientes:
 
  •  Opcional: juntar uma banana pequena e acrescentar bebida vegetal até se tornar uma massa fluida e consistente

 

 

Modo de Preparo:
 
 

Misturar o óleo de coco derretido com o mel, e acrescentar os ovos, um de cada vez.

 

Juntar o leite e a farinha de coco e misture muito bem. 

 

Adicionar o bicarbonato de sódio e o sal e deixe repousar 1-2 minutos para a massa ficar mais espessa.

 

Untar uma frigideira com óleo de coco em lume baixo. Quando estiver quente adicione com a concha uma porção pequena da massa das panquecas, vire rapidamente logo que solidifique e retire depois de dourada. Repetir até terminar a massa.

 

Coloque as panquecas umas sobre as outras acrescentando um pouco de mel/geleia/compota/chocolate negro ou outro toping à escolha. Pode servir com frutas, frutos secos entre cada panqueca ou apenas decorando por cima.

 

Pronta a degustar, espero que esta receita, super rápida e fit vos agrade. Fico grata pelos vossos comentários.

 

 

 __________________________

 

Paleo and Gluten-free Pancakes

 

 

I am a fan of this delicacy and always in search of alternative and healthier recipes, I leave you a paleo and gluten-free solution to start the day delighted or even as snack.
They can adjust the batter to your taste, I prefer pancakes with the fuller batter.

 


Ingredients:

 ¼ Cup of coconut flour
 ¼ cup of coconut milk / vegetable drink
 2 tablespoons of melted coconut oil
 1 tablespoon of honey
 3 eggs
 ½ teaspoon of baking soda
 1 pinch of salt
 Optional: add a small banana and add vegetable drink until it becomes a fluid and consistent mass
 



Method of preparation:


Mix the melted coconut oil with the honey, and add the eggs, one at a time.

Add the milk and the coconut flour and mix well.

Add the baking soda and salt and let stand 1-2 minutes for the dough to get thicker.

Grease a frying pan with coconut oil on low heat. When hot add a small portion of pancake, turn quickly as it solidifies and remove after golden. Repeat until finished.

Put the pancakes on top of each other adding a little honey / jam / jam / dark chocolate or another topping to choose from. It can be served with fruit, nuts between each pancake or just decorating on top.

Ready to taste, I hope you enjoy this recipe, super fast and fit. I am grateful for your comments.

Parte inferior do formulário

 

 

 

 

Bolo sem farinha, leite e sem açúcar

IMG_2710.JPG

 

 

 

Descobri esta coisinha deliciosa e super saudável num jantar de convívio e foi a minha priminha mais recente Stephanie que confecionou este bolo sem farinha, açúcar e sem leite. 

Não há desculpas para não tomarmos conta do nosso corpinho e da nossa saúde. Basta um querer e um fazer, comprometermo-nos hoje a cuidar de nós!

 

Este bolo é de Banana com frutos vermelhos e digo-vos que estava um mimo por isso não resisti a pedir-lhe a receita para partilhar convosco.

 

 

Ingredientes:

 

 

🔸 6 bananas;

🔸 3 ovos;

🔸1 colher (chá) de canela em pó;

🔸 1/2 chávena (chá) de óleo (pode ser de coco);

🔸 1 chávena (chá) de aveia em flocos finos;

🔸 6 colheres (sopa) de compota de frutos vermelhos sem açúcar;

🔸 1 colher (sopa) de fermento em pó.

 

 

 

 

Modo de preparo:

 

 

🔸 1) pré aquecer o forno à 200-220  enquanto se prepara a massa batemos as bananas, os ovos, a canela e o óleo no liquidificador até a mistura ficar homogénea;

 

 

🔸 2) num recipiente colocamos esta mistura e acrescentamos a aveia e 2 colheres da compota e misturamos bem;

 

 

🔸 3) acrescentamos o fermento em pó e envolvemos;

 

 

🔸 4) colocar a massa em uma forma média untada e vai ao forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos a 160º.

 

 

 

 

 

Para a calda:

 

🔸 4 colheres da compota de frutos vermelhos

🔸 100 ml de água (Misturar numa panela, esperar ferver e desligar

 

 

 

Quando experimentarem, deixem o vosso feedback, quero saber mais sobre as vossas experiências com as receitas que vos disponibilizo.

Um bom fim de semana, docinho e super saudável!

 

 

Muda o teu estilo de vida - Um projeto à minha medida!

13872860_1116737995059197_1804190399653846750_n.jp

 

 

 

 

Hoje foi um dia especial para mim e que gostaria de partilhar convosco. O dia em que abracei um novo projeto, mas um projeto com a minha cara.

 

Há muito que apregoo um estilo de vida saudável, combinando a alimentação, a saúde, o bem-estar connosco próprios e com o mundo como filosofia de vida. Transformarmo-nos na nossa melhor versão é aquele lema que carrego comigo como referência para tudo e que acredito ser a chave do sucesso.

 

Se eu posso ser melhor, porque não?

 

Se posso ter o corpo que desejo, porque não lutar por ele? Se quero ser uma ótima profissional porque não aprender mais e crescer? Se gostava de ser a melhor namorada, melhor filha, melhor amiga, mais empática, mais sociável, porque não trabalhar para isso? Porque não tornar-me naquilo que gostava de ser?

Se podemos ser mais e melhor, porque nos acomodamos a esta vida de deixa andar, de copos meio cheios?

Não gostaríamos nós de ser uma referência? Sentirmo-nos um exemplo, um modelo a seguir?

 

É assim que tenho pensado na minha vida, como um projeto de melhoramento constante, ao meu ritmo, com um percurso com altos e baixos (quem não os tem?), mas sempre com o foco nesta melhor versão.

 

Tenho agora a oportunidade de ajudar as pessoas a fazer este caminho da procura do seu melhor eu, de elevarem a sua auto-estima e de serem uma referência.

 

Como falei no post anterior "aprende a vender-te", nós transmitimos uma impressão com quem nos cruzamos e de facto essa imagem é muitas vezes a que fica. A nossa aparência física (gordos, magros, altos, baixos, bem ou mal vestidos e penteados...) a nossa postura (cabisbaixo, desvio do olhar, braços cruzados...) fala por si, é impossível não comunicar.

 

"Não há uma segunda oportunidade para causar uma primeira impressão!"

 

É sobretudo nestas vertentes da imagem, da vida saudável e do bem-estar que a Caress Natura atua e com a qual tenho o prazer de colaborar. Um projeto que é a minha cara e onde tenho a possibilidade de ajudar as pessoas a transformarem-se na sua melhor versão.

 

Desde a nutrição (plano alimentar e receitas saudáveis), personal trainer, coaching, aconselhamento de moda, acesso a produtos alimentares saudáveis e naturais com preços reduzidos, tudo isto num só e associado ao facto de poder participar neste processo de mudança, ver as pessoas a se superarem e poderem elas próprias inspirar quem está à nossa volta!

 

Participar nesta forma de divulgação de um estilo de vida saudável, de reeducação alimentar e criação de um estilo de vida saudável é para mim uma satisfação. Satisfação esta de poder acompanhar o processo de emagrecimento ou aumento de peso, de tonificação, de combate à celulite, aumento de massa muscular ou até mesmo para tratamento de problemas de saúde. 

 

Se eu podia viver sem algo que me inspira-se, até podia, mas não era certamente a mesma coisa...

Será um GOSTO ajudar-vos nas vossas lutas e conquistas, assinar aqui a petição pela qualidade de vida!

 

 

 

 

10410187_757206867678980_1062427360452346653_n.jpg

 

 

 

 

 

Tapioca com laranja que é um mimo!

 

IMG_1391.JPG

 

 

 

 

Hoje deixo-vos a tão esperada receita da tapioca com laranja um dos meus pequenos almoços favoritos.

Sem glúten, as pérolas de tapioca tem baixo teor de sódio, sem gordura, rico em hidratos de carbono e é de fácil digestão.

Faz parte dos hidratos de carbono simples, vira gordura rapidamente, mas, tem o índice glicémico menor do que o pão branco e com a vantagem de não ter gordura nem glúten.

 

 

Ótima para usar como pré-treino, é de rápida absorção, ou seja, fornece energia mas com não contribui para o ganho de massa. A dica é ser preparada com ingredientes ricos em fibras e proteína como chia ou linhaça triturada para reduzir o índice glicémico.

Também no pós treino pode ser consumida pois com o seu alto índice glicémico, trabalha na absorção de outras proteínas, como as encontradas no whey protein.

 

A tapioca pode ainda ser um lanche rápido ou jantar sempre com recheios saudáveis, com salada e fruta para equilibrar.

Existe em forma de pérola ou polvinho doce como a receita anterior que vos deixei no blog: Tapioca é fit e sem glúten.

Vamos á receitinha que combina a tapioca com laranja, é um mimo!

 

 

 

 

IMG_1385.JPG

 

 

 

 

Ingredientes:

 

 

- 3 colheres de sopa de pérolas tapioca

- 1 chávena de leite ou bebida vegetal

- 1 laranja e casca de laranja

- 1 colher de chá de mel (adoçar a gosto)

- 1 pau de canela e canela em pó

- 1 ovo (opcional)

- 1 colher de chá de sementes de chia

 

 

 

 

IMG_1384.JPG

 

 

 

 

Modo de preparação:

 

 

Primeiro hidratamos a tapioca com 100 ml de água e deixamos até a tapioca absorver toda a água. Eu costumo deixar de véspera para o pequeno almoço, pois o processo ainda é moroso.

 

Depois de hidratada colocamos numa panela o leite ou bebida vegetal, o pau de canela, a casca de laranja e as sementes de chia.

 

Juntamos o ovo, sempre a mexer até se misturar com o restante preparado.

 

Quando o leite começar a ferver, acrescenta-se a tapioca em lume médio e continuar a envolver para não pegar na panela.

 

Quando já estiver quase em papa, acrescentamos o mel, envolvemos novamente e servimos.

Costumo decorar com a laranja em rodelas e acrescento a canela em pó por cima. O segredo é mesmo degustar juntamente com os pedacinhos de laranja, esta mistura é soberba.

 

 

 

É super rápido de confecionar e é uma delícia, compensa em relação à torradinha com manteiga e meia de leite, o corpinho agradece!

 

 

 

IMG_1382.JPG

 

IMG_1388.JPG

IMG_1390.JPG

 

 

 

 

Cogumelos Portobello à Coelha

IMG_0770.JPG

 

 

 

Esquecemos a carne, mas a proteína permanece. Sou fã destes simpáticos fungos, salteados, em sandes, hambúrguers, na sopa.... marcham de qualquer maneira.

 

Como por cá, é tudo na base do improviso, vamos lá ver o que há pelo frigorífico, foi assim que surgiu esta receita simples de cogumelos portobello,  com agriões e puré de batata doce.

 

 

 

Ingredientes

 

  • folhas de agrião
  • Sal
  • Pimenta malagueta
  • 1 colher de sopa de manteiga sem leite (como Alprosoja)
  • vinho branco ou vinho do porto
  • orégãos
  • alho em pó
  • cebola
  • cogumelos portobello
  • queijo ralado
  • batata doce

 

 

IMG_0764.JPG

 

 

 

Modo de preparo

 

 

Pré-aquecemos o forno a 180º.

 

Colocamos  a batata doce para cozer numa panela com água.

 

Numa frigideira em lume brando colocamos a manteiga (ou azeite), a pimenta malagueta ou preta e cebola picada.

 

Acrescentamos os agriões já lavados, num dos lados da frigideira separado da cebola e para poupar tempo o/os cogumelos no outro lado.

 

Temperamos com sal, alho em pó os fungos e as verduras.

 

Envolvemos o agrião com a manteiga e quando as folhas começarem a murchar retiramos do fogo.

 

Colocamos um fio de vinho branco no cogumelo e também os orégãos.

 

Retiramos os cogumelos e a cebolada quando já estiverem dourados para um recipiente de ir ao forno e acrescentamos o queijo ralado por cima.

 

Deixar repousar uns minutos no forno até o queijo derreter.

 

Passamos a batata doce já cozida pela varinha mágica  e está pronto, basta juntar tudo harmoniosamente no pratinho e devorar.

 

 

Jantar saudável com s nutrientes necessários e um ótimo amigo da barriguinha definida.

 

 

 

 

 

IMG_0765.JPG

 

 

 

 

Bolo de cenoura fit

 

 

IMG_0710.JPG

 

O Verão parece finalmente estar a chegar e com ele aquele bronze tão desejado. Chega a hora dos arrependimentos do apetite voraz de todos estes meses. Pois é meus amigos, agora não adianta chover o molhado, o ginásio também não vai fazer milagres de última hora, mas podemos e devemos sim cuidar-nos sempre.  Como até gulosa não sou nada, foi a pensar simplesmente na saúde e no corpinho que pus a mão na massa por este bolinho ....(ehehehehhehe)

 

Segue a receita deste bolo de cenoura fit que ainda por cima tem uma grande quantidade de vitamina A e antioxidantes, que mantém o nosso bronzeado protegendo a pele dos danos causados pelo sol.

Eu não resisti a tirar fatias fininhas desta iguaria cada vez que passava por perto e ali estava ela, envolvida naquele porta bolo transparente e imaculado.

 

A conclusão a que chego, é que podem comer à vontade porque ainda por cima  a cenoura é ótima também para as unhas e cabelo, previne rugas, acne s e manchas na pele, reduz colesterol, contem fibras que limpam o organismo e regula o intestino. A cenourinha tem baixo índice calórico, óptima para as dietas, em criança diziam-me que fazia os olhos bonitos e coelho que é coelho gosta de cenouras!

 

Improvisei a receita que encontrei, resultou bastante, bem por isso passo-vos a minha versão. Nunca tinha feito bolos com farelo de aveia, nota-se a sua textura, mas resulta bastante bem.

 

 

Ingredientes

 

3 cenouras pequenas

3 ovos médios

1 chávena de chá de farelo de aveia integral (usei de centeio)

1 chávena de chá de farinha integral

1  iogurte natural

5 colheres de sopa de adoçante Stevia

1 colher de sopa de fermento em pó

5 colheres de sopa óleo de coco ou  girassol

 

 

Cobertura

 

1 tablete de chocolate negro de preferência mais fit possível

1 colher de adoçante Stevia (opcional, eu não coloquei)

Algumas gotas de bebida de soja

 

 

 Modo de fazer

 

Eu cozi um previamente as cenouras (não muito). Coloquei no  liquidificador as cenouras, os ovos, o iogurte, o adoçante e o óleo e misturei bem a massa. Se gostam de bolos muito docinhos convém que acrescentem mais adoçante, esta forma de confecionar não vai resultar num bolo muito doce.

Acrescentei a farinha, o farelo e o fermento e deixei que envolvesse bem no liquidificador.

Untei uma forma com óleo (espalhei com um guardanapo) e polvilhei com farinha integral. 

Levei ao forno pré aquecido a 180° por uns 25 minutos e testei com um palito para ter a certeza que estava cozido.

 

IMG_0704.JPG

 

Para fazer a cobertura, eu prefito tablete ao invés de chocolate em pó, fica mais cremoso.

Coloquei o chocolate negro num recipiente em lume brando, mexendo sempre, fui acrescentando ligeiramente pequenas quantidades de bebida de soja até ficar numa consistência semelhante ao chocolate quente, ideal para barrar o bolo. Não coloquei adoçante pois gosto da combinação ligeiramente amarga da cobertura com o doce do bolo.

 

No fim basta espalhar com jeitinho a cobertura sobre o bolo e improvisar na decoração.

A massa ficou ligeiramente húmida como gosto, se preferirem mais seco, basta reduzir na quantidade do óleo.

 

Bons cozinhados e lambuzem a vida!

IMG_0726.JPG

 

Waffles sem essa coisa de glúten

IMG_0274.JPG

 

Há quem diga que não nos precisamos de preocupar com o glúten dos alimentos se não nos for atribuído o rótulo de celíacos, há também quem defenda a posição contrária de que o nosso organismo não foi treinado para digerir todos estes novos produtos  (massas, farinhas...) que não existiam na idade da pedra.

Manias ou não da onda do glúten free deixo-vos uma receita que serve de breakfast, lanche fit ou mesmo para os dias de gula.

Alterei a receita original, retirei açucares e quantidades, pois considero que não é necessário apetrechar a waffle/panqueca ou mesmo crepes, com ingredientes gordurosos ou açucarados se já vamos acrescentar um recheio doce ou salgado no final. Esta receita dá para cerca de 3 waffles e pode mesmo ser usada para panquecas.

 

Ingredientes:IMG_0241.JPG

 

1 copo mais meio de  farinha de arroz 

1 copos leite vegetal (não há cá lactoses)

2 colheres de chá fermento em pó

1 ovo (de preferência de galinhas em liberdade)

1 colher de chá sal

1 colher de chã de stevia

 

Passamos ao processo de confeção dificílimo:

 

  1. Colocar todos os ingredientes no liquidificador, excepto o ovo e misturar durante 1 minuto.
  2. Adicionar os ovos e voltar a misturar.
  3. Aquecer a máquina de waffle ou frigideira antiaderente untada com azeite ou óleo de coco.
  4. Colocar a massa na maquina ou uma pequena quantidade na frigideira e deixar dourar, repetindo o processo de ambos os lados.

 

Quanto à cobertura, resta improvisar a gosto, eu fiz com compota de figo, banana, sementes de sésamo e nozes. Outra opção com mel, canela, frutos vermelhos,sementes de chia e coco ralado.

Ficaram fofinhas como fatias de bolo, nhaaaammmm!

 

 

IMG_0243.JPG

 

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D