Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Panquecas Paleo e sem Glúten

IMG_6176.JPG

 

 
Fã desta iguaria e sempre na busca de receitas alternativas e mais saudáveis, deixo-vos uma solução paleo e sem glúten para começarem o dia deliciados ou mesmo como lanche.
Podem ajustar a massa ao vosso gosto, eu prefiro panquecas com a massa mais encorpada. 
 
 
 
Ingredientes:
 
  •  Opcional: juntar uma banana pequena e acrescentar bebida vegetal até se tornar uma massa fluida e consistente

 

 

Modo de Preparo:
 
 

Misturar o óleo de coco derretido com o mel, e acrescentar os ovos, um de cada vez.

 

Juntar o leite e a farinha de coco e misture muito bem. 

 

Adicionar o bicarbonato de sódio e o sal e deixe repousar 1-2 minutos para a massa ficar mais espessa.

 

Untar uma frigideira com óleo de coco em lume baixo. Quando estiver quente adicione com a concha uma porção pequena da massa das panquecas, vire rapidamente logo que solidifique e retire depois de dourada. Repetir até terminar a massa.

 

Coloque as panquecas umas sobre as outras acrescentando um pouco de mel/geleia/compota/chocolate negro ou outro toping à escolha. Pode servir com frutas, frutos secos entre cada panqueca ou apenas decorando por cima.

 

Pronta a degustar, espero que esta receita, super rápida e fit vos agrade. Fico grata pelos vossos comentários.

 

 

 __________________________

 

Paleo and Gluten-free Pancakes

 

 

I am a fan of this delicacy and always in search of alternative and healthier recipes, I leave you a paleo and gluten-free solution to start the day delighted or even as snack.
They can adjust the batter to your taste, I prefer pancakes with the fuller batter.

 


Ingredients:

 ¼ Cup of coconut flour
 ¼ cup of coconut milk / vegetable drink
 2 tablespoons of melted coconut oil
 1 tablespoon of honey
 3 eggs
 ½ teaspoon of baking soda
 1 pinch of salt
 Optional: add a small banana and add vegetable drink until it becomes a fluid and consistent mass
 



Method of preparation:


Mix the melted coconut oil with the honey, and add the eggs, one at a time.

Add the milk and the coconut flour and mix well.

Add the baking soda and salt and let stand 1-2 minutes for the dough to get thicker.

Grease a frying pan with coconut oil on low heat. When hot add a small portion of pancake, turn quickly as it solidifies and remove after golden. Repeat until finished.

Put the pancakes on top of each other adding a little honey / jam / jam / dark chocolate or another topping to choose from. It can be served with fruit, nuts between each pancake or just decorating on top.

Ready to taste, I hope you enjoy this recipe, super fast and fit. I am grateful for your comments.

Parte inferior do formulário

 

 

 

 

Mingau de aveia com laranja

IMG_3321.JPG

 

 

 

Como uma fã de papas ao pequeno almoço, como pré-treino ou simplesmente porque sim, deixo-vos mais uma receita muito simples com aveia e trigo. São ótimas para nos deixar sem fome durante mais tempo e o tradicional pão torrado com a meia de leite pela manhã deixa de nos saciar comparado com o efeito que as papas ou mingau. proporcionam. 

 

Há vida para além do pãozinho branco com manteiga e o leite de vaca!

 

Agora ocorreu-me um pensamento relâmpago: será que este meu gosto por papas é algum indício de apego à infância, de quem não quer aceitar que os anos passaram?

 

Traumas à parte, segue então a receita desta coisinha boa:

 

 

 

Ingredientes

 

200 ml de bebida vegetal

2 colheres (de sopa) de aveia em flocos finos

1 colher (de sopa) de farelo de aveia

Sumo de meia laranja  

1  colhere (de sopa) rasa de farelo de trigo

1 colher (de sopa) de sementes de chia

Adoçante a gosto (usei mel)  

 

 

 

 

 

IJUIHIU.JPG

 

 

 

 

Modo de preparo

 

 

Numa panela ao lume com a bebida vegetal junte as aveias, o sumo da laranja e o mel ou adoçante.

 

Mexa até que engrosse e quando demonstrar uma consistência mais rígida, desligamos o fogão.

Acrescentamos o farelo de trigo e as sementes de chia envolvendo bem.

No fim servi num prato sopeiro polvilhado de pedacinhos de amêndoa.

 

 

Aqui está uma espécie de papas de Nestum mas bem mais saudáveis, para quiçá substituir nos dias em que a gula aperta. Espero que também esta tenha sido uma receita do vosso agrado.

 

 

BE FIT!

 

 

 

Panquecas sem glúten e sem lactose

 

IMG_2451.JPG

 

 

 

 

Quem disse que ter uma alimentação saudável é penoso?

Há um sem número de receitas fit que podemos aproveitar para confecionar no nosso dia a dia e que nos vão deixar saciados e sem aquelas vontades descontroladas de atacar aquelas gordices que nos parecem pela frente.

Sou uma fã de tudo o que é panqueca, talvez simpatize com o nome sugestivo, ou por ser gulosa mesmo, logo a solução mais inteligente é continuar a fazer-me feliz (porque eu mereço) e preparar tudo de forma mais saudável.

Esta receita também é super simples, só não é muito rápida pois temos de preparar cada panqueca uma a uma, o ideal é mesmo, no caso do pequeno almoço, deixar a massa feita de véspera.

 

 

 

 

 

IMG_2447.JPG

 

 

 

 

 Ingredientes

 

1 chávena de Farinha de Arroz

1 chávena de bebida de soja ou outra

1 Colher de sopa de ceme vegetal derretido

1 Colher de sopa de fermento em pó

1 Colher de chá de Açúcar

1 Colher de chá de sementes de linhaça moídas

1  Ovo

1 Pitada de sal

óleo de coco

sementes de chia

morangos e mirtilos q.b

iogurte natural (sem lactose ou de soja)

 

 

 

 

IMG_2442.JPG

 

 

 

 

 

Modo mão na massa:

 

 

 Misturar num recipiente os ingredientes secos ( a farinha, o fermento, a linhaça, o açúcar e o sal)

 

Á parte mistura o leite, a manteiga ou creme vegetal e os ovos.

Verter esses ingredientes no recipiente dos ingredientes secos e envolver tudo muito bem, sem deixar grumos.

Colocar um fio de o óleo de coco numa frigideira em fogo médio e acrescentar uma concha da massa da panqueca deixando fritar até a massa ganhar borbulhas.

Virar a panqueca ao contrário para cozinhar do outro lado também.  Repetir com a massa restante, adicionando óleo de coco q.b.

Podemos colocar em papel absorvente para diminuir a quantidade de gordurinha. 

 

 

 

 

IMG_2450.JPG

 

 

 

 

Depois de prontas acompanhei com os frutos, o iogurte e sementes de chia, ficaram um mimo, mas podemos improvisar e acrescentar mel, chocolate, geleias....

 

 

Contem-me o resultado das vossas receitas de panquecas. Boas degustações aos apreciadores destas coisinhas boas da vida!



 

 

IMG_2455.JPG

 

 

 

 

 

 

 

Papas de aveia com queijo quark

IMG_2492.JPG

 

 

 

 

Finalmente encontrei queijo quark por cá. Já tinha corrido algumas capelinhas, mas não encontrava este pokemon raro consumido pelos atletas e por quem pretende emagrecer, por ser um dos mais saudáveis.

Muito cremoso, tem pouca gordura, baixo em hidratos de carbono, é de absorção lenta, o que nos faz sentir saciados por mais tempo. Das partes mais interessantes para quem quer crescer é que tem um elevado teor de proteína, para ganhar massinha muscular.

Nas redondezas, encontrei no Intermaché, da marca San Tonelli, mas é possível também comprar no Lidl das marcas Milbona e Linessa.

Esta pequena maravilha pode ser consumida de várias formas, há variadíssimas receitas a explorar e eu comecei com esta que vos deixo neste post de papas de aveia com quark.

 

 

 

 

 

Ingredientes:

 

50g de aveia

30g de queijo quark

200ml de água

Uma colher de sobremesa de sementes de chia

canela q.b

mel q.b

mirtilos

morangos

 

 

 

IMG_2491.JPG

 

 

 

Modo de Preparação:

 

 

Colocar a água ao lume, adicionar a aveia e as sementes.

Mexemos constantemente e deixamos cozer por cinco minutos.

Acrescentar o queijo quark e envolver bem.

Quando tudo estiver uma papa, servimos decorando com os mirtilos, morangos, canela e mel.

 

 

Certamente esta não será a única receita que faço com quark, entretanto vou mostrando aqui no blog outras deliciosas.

 

Bon Appétit!!!

 

 

 

Tapioca com laranja que é um mimo!

 

IMG_1391.JPG

 

 

 

 

Hoje deixo-vos a tão esperada receita da tapioca com laranja um dos meus pequenos almoços favoritos.

Sem glúten, as pérolas de tapioca tem baixo teor de sódio, sem gordura, rico em hidratos de carbono e é de fácil digestão.

Faz parte dos hidratos de carbono simples, vira gordura rapidamente, mas, tem o índice glicémico menor do que o pão branco e com a vantagem de não ter gordura nem glúten.

 

 

Ótima para usar como pré-treino, é de rápida absorção, ou seja, fornece energia mas com não contribui para o ganho de massa. A dica é ser preparada com ingredientes ricos em fibras e proteína como chia ou linhaça triturada para reduzir o índice glicémico.

Também no pós treino pode ser consumida pois com o seu alto índice glicémico, trabalha na absorção de outras proteínas, como as encontradas no whey protein.

 

A tapioca pode ainda ser um lanche rápido ou jantar sempre com recheios saudáveis, com salada e fruta para equilibrar.

Existe em forma de pérola ou polvinho doce como a receita anterior que vos deixei no blog: Tapioca é fit e sem glúten.

Vamos á receitinha que combina a tapioca com laranja, é um mimo!

 

 

 

 

IMG_1385.JPG

 

 

 

 

Ingredientes:

 

 

- 3 colheres de sopa de pérolas tapioca

- 1 chávena de leite ou bebida vegetal

- 1 laranja e casca de laranja

- 1 colher de chá de mel (adoçar a gosto)

- 1 pau de canela e canela em pó

- 1 ovo (opcional)

- 1 colher de chá de sementes de chia

 

 

 

 

IMG_1384.JPG

 

 

 

 

Modo de preparação:

 

 

Primeiro hidratamos a tapioca com 100 ml de água e deixamos até a tapioca absorver toda a água. Eu costumo deixar de véspera para o pequeno almoço, pois o processo ainda é moroso.

 

Depois de hidratada colocamos numa panela o leite ou bebida vegetal, o pau de canela, a casca de laranja e as sementes de chia.

 

Juntamos o ovo, sempre a mexer até se misturar com o restante preparado.

 

Quando o leite começar a ferver, acrescenta-se a tapioca em lume médio e continuar a envolver para não pegar na panela.

 

Quando já estiver quase em papa, acrescentamos o mel, envolvemos novamente e servimos.

Costumo decorar com a laranja em rodelas e acrescento a canela em pó por cima. O segredo é mesmo degustar juntamente com os pedacinhos de laranja, esta mistura é soberba.

 

 

 

É super rápido de confecionar e é uma delícia, compensa em relação à torradinha com manteiga e meia de leite, o corpinho agradece!

 

 

 

IMG_1382.JPG

 

IMG_1388.JPG

IMG_1390.JPG

 

 

 

 

Ovos em cama de shiitake e vegetais

IMG_1370.JPG

 

 

 

 

Naqueles dias em que não há muita paciência ou tempo para grandes cozinhados, é sempre aconselhável ter à mão cogumelos e legumes para saltear, rápidamente se faz uma receita digna do melhor chef.

The winer is shiitake!

Foi o cogumelo escolhido para o meu jantar e nada como espreitar a página do Atelier do Cogumelo para encontrar excelentes receitas. 

 

Este é o fungo da longevidade, assim intitulado na Ásia pelas suas propriedades curativas.

Tem propriedades medicinais para o tratamento e controlo da pressão arterial, redução do nível de colesterol, fortalecimento do sistema imunológico e promoção da atividade anti-cancerisna, reduz a probabilidade de tromboses vírus e bactérias.

 

Os  Shiitake são uma excelente opção até mesmo para quem não aprecia estas iguarias pois tem um sabor amanteigado, semelhante ao da carne, fonte de selénio, de ferro, de proteínas, fibras dietéticas e vitamina C.

 

Só boas razões para degustar esta iguaria, mas vamos então ao que interessa, à bela da receitinha que foi inspirada no Atelier do Cogumelo. Eu usei apenas metade ou até 1/3 das quantidades das indicadas, pois foi um jantar romântico na melhor companhia, a minha (ehehhehe).

 

 

 

 

IMG_1359.JPG

 

 
 
 
 
 
Ingredientes (para duas pessoas):
 

 

250 g de cogumelo shiitake

1 ou 2 pimentos vermelhos

1 repolho

2 ovos

Azeite q.b.

Sal, pimenta e orégãos q.b.

 

 

 

 

IMG_1361.JPG

 

 

 

 

Modo de Preparação:

 

 

Laminemos os cogumelos e cortemos os pimentos em pequenos cubos.

Numa frigideira ou Wok, com um pouco de azeite, salteamos os cogumelos junto com os pimentos e temperamos com sal, pimenta e orégãos a gosto.

 

Adicionamos ao salteado o repolho cortado em pequenos pedaços, já cozinhado a vapor.

 

 

 

 

 

IMG_1362.JPG

 

 

 

 

Envolvemos os ingredientes e uniformizamos para de seguida colocar os ovos por cima desta mistura vegetais, com cuidado para que a gema não se disforme.

 

Reduzimos a temperatura e tapamos a frigideira para cozinhar mais 3 minutos até a parte branca do ovo ficar bem formada.

 

 

Podemos acompanhar com arroz branco ou simplesmente ficarmos pelo salteado que foi o meu caso.

 

Digo-vos que estava um mimo e tão simples que é! 

Vejam lá se não abusam das quantidades ou o cogumelo pode virar mágico....

 

 

 

 

IMG_1368.JPG

 

 

Bolo de cenoura fit

 

 

IMG_0710.JPG

 

O Verão parece finalmente estar a chegar e com ele aquele bronze tão desejado. Chega a hora dos arrependimentos do apetite voraz de todos estes meses. Pois é meus amigos, agora não adianta chover o molhado, o ginásio também não vai fazer milagres de última hora, mas podemos e devemos sim cuidar-nos sempre.  Como até gulosa não sou nada, foi a pensar simplesmente na saúde e no corpinho que pus a mão na massa por este bolinho ....(ehehehehhehe)

 

Segue a receita deste bolo de cenoura fit que ainda por cima tem uma grande quantidade de vitamina A e antioxidantes, que mantém o nosso bronzeado protegendo a pele dos danos causados pelo sol.

Eu não resisti a tirar fatias fininhas desta iguaria cada vez que passava por perto e ali estava ela, envolvida naquele porta bolo transparente e imaculado.

 

A conclusão a que chego, é que podem comer à vontade porque ainda por cima  a cenoura é ótima também para as unhas e cabelo, previne rugas, acne s e manchas na pele, reduz colesterol, contem fibras que limpam o organismo e regula o intestino. A cenourinha tem baixo índice calórico, óptima para as dietas, em criança diziam-me que fazia os olhos bonitos e coelho que é coelho gosta de cenouras!

 

Improvisei a receita que encontrei, resultou bastante, bem por isso passo-vos a minha versão. Nunca tinha feito bolos com farelo de aveia, nota-se a sua textura, mas resulta bastante bem.

 

 

Ingredientes

 

3 cenouras pequenas

3 ovos médios

1 chávena de chá de farelo de aveia integral (usei de centeio)

1 chávena de chá de farinha integral

1  iogurte natural

5 colheres de sopa de adoçante Stevia

1 colher de sopa de fermento em pó

5 colheres de sopa óleo de coco ou  girassol

 

 

Cobertura

 

1 tablete de chocolate negro de preferência mais fit possível

1 colher de adoçante Stevia (opcional, eu não coloquei)

Algumas gotas de bebida de soja

 

 

 Modo de fazer

 

Eu cozi um previamente as cenouras (não muito). Coloquei no  liquidificador as cenouras, os ovos, o iogurte, o adoçante e o óleo e misturei bem a massa. Se gostam de bolos muito docinhos convém que acrescentem mais adoçante, esta forma de confecionar não vai resultar num bolo muito doce.

Acrescentei a farinha, o farelo e o fermento e deixei que envolvesse bem no liquidificador.

Untei uma forma com óleo (espalhei com um guardanapo) e polvilhei com farinha integral. 

Levei ao forno pré aquecido a 180° por uns 25 minutos e testei com um palito para ter a certeza que estava cozido.

 

IMG_0704.JPG

 

Para fazer a cobertura, eu prefito tablete ao invés de chocolate em pó, fica mais cremoso.

Coloquei o chocolate negro num recipiente em lume brando, mexendo sempre, fui acrescentando ligeiramente pequenas quantidades de bebida de soja até ficar numa consistência semelhante ao chocolate quente, ideal para barrar o bolo. Não coloquei adoçante pois gosto da combinação ligeiramente amarga da cobertura com o doce do bolo.

 

No fim basta espalhar com jeitinho a cobertura sobre o bolo e improvisar na decoração.

A massa ficou ligeiramente húmida como gosto, se preferirem mais seco, basta reduzir na quantidade do óleo.

 

Bons cozinhados e lambuzem a vida!

IMG_0726.JPG

 

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D