Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Panquecas Paleo e sem Glúten

IMG_6176.JPG

 

 
Fã desta iguaria e sempre na busca de receitas alternativas e mais saudáveis, deixo-vos uma solução paleo e sem glúten para começarem o dia deliciados ou mesmo como lanche.
Podem ajustar a massa ao vosso gosto, eu prefiro panquecas com a massa mais encorpada. 
 
 
 
Ingredientes:
 
  •  Opcional: juntar uma banana pequena e acrescentar bebida vegetal até se tornar uma massa fluida e consistente

 

 

Modo de Preparo:
 
 

Misturar o óleo de coco derretido com o mel, e acrescentar os ovos, um de cada vez.

 

Juntar o leite e a farinha de coco e misture muito bem. 

 

Adicionar o bicarbonato de sódio e o sal e deixe repousar 1-2 minutos para a massa ficar mais espessa.

 

Untar uma frigideira com óleo de coco em lume baixo. Quando estiver quente adicione com a concha uma porção pequena da massa das panquecas, vire rapidamente logo que solidifique e retire depois de dourada. Repetir até terminar a massa.

 

Coloque as panquecas umas sobre as outras acrescentando um pouco de mel/geleia/compota/chocolate negro ou outro toping à escolha. Pode servir com frutas, frutos secos entre cada panqueca ou apenas decorando por cima.

 

Pronta a degustar, espero que esta receita, super rápida e fit vos agrade. Fico grata pelos vossos comentários.

 

 

 __________________________

 

Paleo and Gluten-free Pancakes

 

 

I am a fan of this delicacy and always in search of alternative and healthier recipes, I leave you a paleo and gluten-free solution to start the day delighted or even as snack.
They can adjust the batter to your taste, I prefer pancakes with the fuller batter.

 


Ingredients:

 ¼ Cup of coconut flour
 ¼ cup of coconut milk / vegetable drink
 2 tablespoons of melted coconut oil
 1 tablespoon of honey
 3 eggs
 ½ teaspoon of baking soda
 1 pinch of salt
 Optional: add a small banana and add vegetable drink until it becomes a fluid and consistent mass
 



Method of preparation:


Mix the melted coconut oil with the honey, and add the eggs, one at a time.

Add the milk and the coconut flour and mix well.

Add the baking soda and salt and let stand 1-2 minutes for the dough to get thicker.

Grease a frying pan with coconut oil on low heat. When hot add a small portion of pancake, turn quickly as it solidifies and remove after golden. Repeat until finished.

Put the pancakes on top of each other adding a little honey / jam / jam / dark chocolate or another topping to choose from. It can be served with fruit, nuts between each pancake or just decorating on top.

Ready to taste, I hope you enjoy this recipe, super fast and fit. I am grateful for your comments.

Parte inferior do formulário

 

 

 

 

Ano Novo, Vida Nova

cc.jpg

 

O novo ano está aí e com ele a vontade de fazer mais e melhor. É para isso mesmo que servem as viragens, um motivo para nos reinventarmos, uma tomada de consciência daquilo que somos, do que fazemos e como fazemos e do que podemos melhorar.

Os hábitos são maravilhosos indicadores para sabermos o que atraímos, observa-los pode trazer-nos resultados que até então eram impercetíveis porque estamos constantemente num registo automático, começamos a achar normal viver assim.

 

Seguem alguns tópicos de alerta para que possamos dar mais atenção no nosso dia-a-dia e nos transformar-mos na nossa melhor versão:

 

 

  • A vida não é dura.
  • Deixa de reclamar e faz!
  • Tem autoconfiança, mesmo quando ninguém acredita na tua visão. Não te compares com o outro.
  • Confia no outro, abre-te e atrair leveza.
  • Num mundo com tanta toxicidade, torna-te na pessoa mais gentil que conheces.
  • Concentra-te na tua visão e leva à vante a tua missão.
  • Incentiva os talentos, críticos pessimistas encontram-se em todo lado.
  • Torna-te único, realiza os teus sonhos.
  • Corre o risco mesmo sendo rejeitado.
  • Começa o dia com 20 minutos de exercício para começar o dia mais inspirado, com melhor desempenho, mais alegre e tranquilo.
  • Faz atividades de criação de valor nos primeiros 90 minutos do teu dia ao invés de responderes a email e navegares na net.
  • Alimenta-te como um atleta, a nossa nutrição afeta o nosso humor.
  • Faz uma caminhada natural todos os dias para estimular a mente.
  • Conhece-te, desenvolve-te e ama-te. Passa uma hora por dia sem estimulação (sem telefone, sem pessoas).
  • Lê 60 minutos todos os dias 
  • Escreve notas de gratidão todas as manhãs e noites.
  • Abraça projetos que te assustem e desafiem, tornam-te mais forte.
  • Deixa para trás o passado, polui o teu futuro. Serviu apenas para uma única razão: para chegares até aqui. Não te arrependas do passado “e se eu tivesse feito aquilo…” Retiras a potência de realizar algo novo se estas constantemente preso no passado.
  • O trabalho duro supera o talento.
  • Sorri mais.
  • Faz uma colagem cheia de imagens da tua vida ideal e consulta frequentemente.
  • Os líderes mudam, as vítimas assustam-se com a mudança.
  • Perdoa o imperdoável em sua vida.
  • Analisa o teu sucesso pelo impacto causado ao invés das questões monetárias.
  • Sê autêntico, todos os outros já existem.
  • Faz algo que o faça sentir desconfortável pelo menos uma vez a cada 7 dias.
  • Diz "desculpe", "por favor" e "muito obrigado".
  • Investe em coaching e auto-desenvolvimento.
  • Bebe mais água e descansa mais.
  • Alcança 5 pequenos objetivos a cada dia, em 12 meses significa 1850 pequenos objetivos.
  • Planeia e concretiza objetivos até 31 de Dezembro.
  • Escreve cartas de agradecimento aos teus clientes, colegas de equipa, amigos, família…
  • Aprende a criticar construtivamente, reforçando talentos e valores. 
  • Dá aos seus clientes mais valor do que eles pagam A generosidade é a chave.
  • Respira profundamente.
  • Mantem as promessas. Cumpre os objetivos.
  • Um problema só é um problema se escolheres vê-lo como um problema.
  • Aprende a meditar.
  • Cada pessoa que conheces tem uma lição a ser ensinada e um sonho a realizar.
  • Passa tempo nas galerias de arte, a arte estimula a criatividade.
  • Atrais o que reclamas.
  • Viaja com frequência.
  • Conhece os teus valores e tem coragem de vivê-los, não importa o que o rebanho pensa.
  • Multiplica a tua vitalidade e torna-te mais forte.
  • O potencial não aproveitado causa dor. Vive o teu talento, desenvolve-o e trabalha arduamente.
  • Constrói uma base familiar sólida enquanto desenvolves a tua carreira profissional. 
  • Contribuiu para a vida dos outros, traz mais alegria.
  • A qualidade de teus amigos é uma fortuna.
  • Valoriza os teus pais enquanto os tens.
  • Aprende a dizer "Não".
  • Domina-te a ti mesmo.
  • A qualidade é mais lembrada que o preço.
  • Tem uma vida mais simples, mais tranquila com mais beleza e maior significado.
  • Qualquer coisa extraordinária exige rigor, sacrifício e extrema coragem.
  • E se no fim de tudo não funcionou, não é o fim.
  • O mundo precisa de mais amor...
  • A vida é muito curta, começa hoje a vivê-la melhor.
  • Não adies os teus sonhos!

 

 

A nossa mente define a nossa realidade. Mudar os teus hábitos traz mais felicidade pois são eles que condicionam a nossa vida.

Qual o habito que tens mais presente e que te rouba mais felicidade?


Hoje o blog faz anos!!!

IMG_8387.JPG

 

As pegadas da coelha fazem hoje 1 ano de existência e é para mim um prazer ter criado este blog e poder escrever para vocês sobre as coisas que me apaixonam. Hoje, 13 de Maio, dia dos milagres, o ano passado era sexta feira treze, este ano o papa está cá a abençoar, o benfica vai ser campeão e o Salvador ganha o festival da canção. 

A pagina foi criada num dia de viragem e este ano a profecia repete-se e é o dia onde termino um projeto para iniciar outro. 

Aqui em direto do Human Fest em momentos de introspecção, aproveito para fazer um reset às minhas convicções e pensar naquilo que realmente me faz feliz.

Estou grata por todos os que alimentam a minha escrita, que deixam a sua mensagem de carinho, por todos os que lêem e por todos que tornam isto possível.  

Nas partilhas que tive no dia de hoje, saliento a mensagem do Jose Pedras que nos diz que a nossa primeira responsabilidade é fazer-nos felizes e a segunda responsabilidade é fazer os outros felizes. As pegadas da coelha tem o intuito desta mensagem. 

Quando a vida se torna um esforço, é sinal que não é por aí o caminho e para mim este espaço de partilha é a "Lei do menor esforço", porque não me custa nada fazê-lo, pelo contrário, é uma paixão!

Obrigada a todos de coração ♥

Allgarve ou Alentejo?

IMG_1830.JPG

 

 

 

 

 

O Algarve foi o destino destas míni férias e lá fomos nós típico português rumo ao sul dos Ingleses nos meses quentes de Verão.

 

Confesso que não é dos meus destinos de eleição, prefiro cenários bem mais calmos, longe do turismo de massas (Allgarve), menos agitação, talvez por isso o Alentejo me fascine.

 

Tudo o que meta laurear a pevide, sol, praia, comidinha boa e a bela da sangria eu estou dentro, por isso foram sim uns dias bem passados.

 

O destino era Albufeira, Resort Alfagar onde ficamos instalados. Recomenda-se vivamente, ambiente mais familiar, várias piscinas disponíveis com escorregas e diversões, apartamentos simpáticos do estilo míni vivendas que inspira tranquilidade. Escusado será dizer que se está rodeado de ingleses e outros estrangeiros, por isso podemos fazer asneiras à vontade pois ninguém os conhece.

 

 

 

 

IMG_1816.JPG

 

 

 

Visto que vamos fazer uma viagem tão longa ao atravessar Portugal, sou defensora de se fazer algumas paragens estratégicas para conhecer os cantinhos da nossa maravilha à beira mar plantada.

Paramos em Alcácer do Sal e ver o que resta da muralha, assim como fazer um reconhecimento rápido pelas ruas e posteriormente seguimos na direção da tão requintada Troia.

 

 

 

IMG_1825.JPG

 

 

 

Paragem para almoço na Comporta, saladinha de polvo, robalo na brasa e a antipatia dos funcionários que mais parece estarem a fazer-nos um grande favor só em atender-nos.

Encontrei uma loja de praia muito gira, onde não deu para sair sem um  biquíni. De momento também decorre neste lugar simpático uma feira na Casa da Cultura,  podem ver-se com produtos caseiros, decoração, vestuário e joalharia portuguesa.

 

 

 

IMG_1835.JPG

 

 

IMG_1838.JPG

 

 

 

O dia torna-se pequeno para a viagem e instalar as malas, mas ainda foi possível um mergulho na piscina e ver o show de repteis ao fim do dia no hotel. 

Tinha de me desforrar visto que em criança não me deixara tirar a foto com uma cobrinha linda, então este foi o dia!

 

 

 

IMG_1979.JPG

 

 

 

 

Comemos umas belas lulas grelhadas num restaurante típico português e claro que não podia faltar a bela da sangria. Deixo-vos a referência, para quem é apreciador de frango e mesmo para quem não é, o Ramires faz o melhor frango da Guia que já comi. Aquele molho soberbo, segredo de família guardado a sete chaves, vale a pena experimentar com a saladinha de tomate com orégãos.

 

 

 

 IMG_1844.JPG

 

 

 

 

Houve tempo para uns saltinhos a Vila Moura e consolar os dedinhos no jogo, assim como o belo do passeio pela marina a testar o novo jogo dos Pokemons de que tanto se fala.

 

 

 

 

13699314_1257575630928340_128954401_o.jpg

 

 

 

 

Não podia faltar a banhoca noturna  na piscina às 3h da manhã para refrescar a alma... e que bem que soube! Não há festa na piscina, eu faço a minha privada e com a sorte de não ter sido apanhada pela PIDE.

 

 

 

 

 

13699369_1256716327680937_1878486452_o.jpg

 

 

 

Este resort fica mesmo junto à praia com acesso exclusivo, o que é ótimo para fazer umas caminhadas matinais pela areia branca e poder alternar facilmente com a piscina. Para quem tem crianças é um sossego, ambiente reservado e com direito a dar uns miminhos nos vários gatos que por lá habitam. Estou a falar dos irracionais vá!

 

 

 

IMG_1941.JPG

 

IMG_2058.JPG

 

 

IMG_2104.JPG

 

 

 

Numa das caminhadas pelo areal, eu e a minha parceira de descoberta de trilhos encontramos uma praia deserta mesmo ao lado da principal, a de Santa Eulália. Qual o nosso espanto quando verificamos que ali ao lado da multidão havia uma praia entre rochas sossegada e maravilhosa sem ninguém. Mais uns passos e descobrimos que afinal não estávamos sós, pois alguém descansava junto a uma rocha totalmente nu e só aí percebemos o porquê de estar tão tranquila. Afinal não tínhamos descoberto nenhum spot exclusivo e após as minhas pesquisas percebi que encontramos sim uma praia de gays e das mais famosas do país.

 

 

 

 IMG_2111.JPG

 

 

 

Voltando ao tema do resort, para além das várias piscinas há ainda bares, com refeições mais leves para o almoço ou então para tomar um sumo natural de frutas e limonadas com várias combinações. Vamos mudando de spot, o que acaba por não haver monotonia.

 

 

 


IMG_2001.JPG

 

 

 

IMG_1833.JPG

 

 

 

Durante estes dias, houve ainda paragem noturna pela Avenida Sá Carneiro, a famosa rua de bares e provavelmente das mais vomitadas do país. Na loucura, adolescentes estrangeiros fazem da noite como se não houvesse amanhã. Recomenda-se a não entrar ali sóbrio ou então não vão entender o espírito da coisa como eu.

 

 

 

IMG_2136.JPG

 

 

 

Não podia faltar a bela da bola de berlim do Algarve, não dá para ir ao Sul e não comer esta iguaria. Assim como tinha de experimentar os tão afamados Dom Rodrigos típicos desta zona, que se podem comprar em qualquer pastelaria, hipermercado ou degustar nos restaurantes. Levei um para repor as calorias na viagem de regresso. Recomendam-se sim senhor, fios de ovos docinhos que estavam um mimo!

 

 

 

IMG_2382.JPG

 

IMG_2386.JPG

 

 

 

Em direção ao norte, exploramos a costa Alentejana, passamos por Aljezur, confesso que nunca lá tinha ido e fiquei fascinada pela paz e beleza das praias, encontros do rio com o mar, os recortes da costa e a vista do castelo. Para não falar no pãozinho alentejano, os mexilhões com pimentos e o javali do Restaurante Fonte do Vale.

 

 

 

IMG_2224.JPG

 

 

IMG_2222.JPG

 

 

IMG_1978.JPG

 

 

 

IMG_2237.JPG

 

 

 

Zambujeira do mar foi outra paragem, para consolar a visitinha.

 

 

 

 

IMG_2256.JPG

 

IMG_2254.JPG

 

 

IMG_2391.JPG

 

 

 

 

IMG_2257.JPG

 

 

 

 

A minha querida e simpática Vila Nova de Mil Fontes não podia faltar.

 

 

 

 

 

13699518_1259469337405636_414880706_o.jpg

 



 

 

O meu adorado Porto Covo e a romântica vista da ilha do pessegueiro! Já fui feliz aqui :)

 

 

 

 

13709674_1259517650734138_1083297207_o.jpg

 

 

Um dia ainda faço uma fogueira noturna nas praias de Porto Covo com direito a marshmallows e a tudo e tudo e tudo..... assim como ponho o pezinho no festival de músicas do mundo. Parece-me muito bem!

 

Sim, corri tudo e comi que nem uma burra, vim a rebolar de cinco dias sem por o pé no ginásio que me custaram a redução da carga e uma preguiça de treinar ainda maior.

 

 

E vocês o que preferem: a agitação algarvia dos meses de Verão ou a tranquilidade alentejana?

 

 

 

 

 

 

 

Quem é a coelha

IMG_9517.JPG

 

 

A 22 de Julho do sétimo ano da década de oitenta nasce o ramo de Vilar, assim chamada pela avó Balbina, a coelha matriarca.

 

Saí da toca com irreverência subtil para explorar e apreciar as maravilhas da vida. Do serviço social à moda e beleza, da música erudita ao funaná, da leitura ao rali, do aconchego da poltrona ao trail run, da bela da mariscada às papas de aveia...eu sou assim, rapariga simples, de manga arregaçada, gostos complexos, apaixonada pelas pequenas coisas da vida e rodeada por gente de boas energias.

 

Convite lançado para seguirem as pegadas desta coelha na expectativa de vos contagiar neste lambuzar da vida por terras do Vale do Sousa e mais além...

Não importa o tempo que faz lá fora se o sol está dentro de nós!

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D