Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Mãos à obra para Ser Feliz

12144677_1255833467767094_4198926450933807836_n.jp

 

Desde há uns anos para cá e se pensar bem, foi quando na tua vida surge aquele momento em que tens de tomar decisões para ir de encontro aquilo que sonhas para ti, contra tudo e todos, que despoletou esta vontade que tenho de viver a vida intensamente, valorizar quem tenho à minha volta e me apoia (quem sempre esteve lá).

Hoje é mais um desses dias, dia de volta de 180º, pois a maneira mais poderosa de moldar-nos a nossa vida é agir-mos, ações diferentes produzem resultados diferentes e "é nos momentos de decisão que o destino ganha forma". Chega o momento de estabelecer os padrões do que estou disposta a aceitar na minha vida, padrões de comportamento aceitável para mim e o que esperar das pessoas de quem gosto.

Assumir este compromisso de viver a vida de acordo com os mais altos padrões.

TonyRobbins diz-nos que grande parte das pessoas não o faz pois preocupam-se no arranjar desculpas, não atingem os objetivos porque ou não conseguem visualizar a vida que desejam. Associam tudo isto à forma como os pais os tratam,  a falta de oportunidades que sofreram na juventude, na educação que não tiveram ou na idade que tem. Todas as desculpas são sistemas de crenças e não são apenas limitadores, mas destrutivos.

 

"Será hoje o dia em que finalmente decido que o que sou  enquanto pessoa é muito mais do que demonstro? 

Será hoje o dia em que decido de uma vez por todas, fazer a minha vida concordar com a qualidade do meu espírito?"

 

Haverá liberdade maior do que viveres em conformidade com os teus valores/padrões e te assumires como o amor da tua vida na busca do melhor que este mundo tem para nos oferecer e na caminhada para alcançar a tua melhor versão? Caminhada esta que considero não terminar, enquanto respirarmos, pois cada novo dia é mais uma oportunidade para fazermos mais e melhor.

E como conseguimos isso?

 

Na minha perspetiva, rodeando-nos de quem potencia esta melhor versão de nós mesmos e não estou a falar dos nossos mais chegados ou queridos, muitas vezes, por muito boas intenções que tenham, a família ou aqueles amigos, não são o melhor impulsionador para correres atrás do que realmente faz sentido para ti.
São os chamados consumidores de energias e é bom que os saibamos identificar e reunir algumas estratégias para sairmos de fininho quando estiverem a sugar a nossa vitalidade.

 

Aproveito para daqui para a frente partilhar convosco alguns textos sobre estes temas, uma vez que tomei a decisão de após quase 250 páginas, voltar ao início do livro de Anthony Robbins, Desperte o gigante que há em si, pois como não fiz uma leitura contínua, sinto a necessidade de fazer um reenquadramento.

Convido-vos a acompanharem-me nestas leituras, fazerem comigo os exercícios para nos tornar-mos na nossa melhor versão e conto com o vosso feedback, será bem mais interessante esta partilha do que fazer este caminho sozinha.


Uma das regras que este livrinho nos ensina para viver esta felicidade é a de decidirmos aproveitar o que quer que a vida nos dá no momento e para atingirmos o que quer que seja, o truque é decidir o que queremos alcançar, estarmos dispostos a por as mãos à obra vivamente, observamos o que está a funcionar e o que não está, continuar a ajustar as velas até conseguir chegar ao destino, aproveitando os entretantos para apreciar a viagem.
Não vamos a Roma a pé num dia, mas para conseguirmos chegar ao destino tem de existir um querer e traçar-mos o nosso próprio mapa.

 

"Um homem coerente acredita no destino, um homem caprichoso acredita no acaso"
Benjamim Disraeli

 

Todo o ser humano no seu íntimo tem sonhos, a rotina diária e as frustações vão por vezes abafando este querer ao ponto de não nos esforçarmos por concretiza-los, é por isso que nunca alcançamos o que realmente desejamos porque não nos focamos. Perguntinhas chave para alinhar o foco:

 

Como assumir o controlo imediato da minha vida e o que posso fazer hoje que fará a diferença?

Como criar uma mudança duradoura?

 

O ponto de partida é o de nós próprios mudarmos e elevarmos os nossos padrões, tomando nota de todas as coisas que não toleramos, de todas as coisas que aspiramos ser e tomar a decisão de não aceitar menos do que isso.

A segunda pegada é a de alterarmos as nossas crenças limitadoras e desenvolvermos uma certeza/ convicção de que iremos cumprir os nossos padrões antes de os fazermos realmente.

Ao estabelecermos um padrão elevado e nos convencermos a acreditar, é o sentido para descobrirmos as estratégias e o nosso caminho.

"Na vida muitas pessoas sabem o que fazer, mas poucas fazem o que realmente sabem".

 

Mariza - Melhor de mim

 

 

 

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D