Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Salada de Quinoa, o alimento de excelência

 

 

IMG_1771.JPG

 

 

 

Quinoa o pseudo cereal de excelência, com pouca gordura e isenta de glúten, é um dos alimentos mais completos, muito proteico e por isso muito utilizada por vegans e vegetarianos que praticam musculação. É possível sim ser um desportista cruelty free saudável!

Cada 100 gramas de quinoa contêm 15 gramas de proteínas, 68 g de hidratos de carbono, 9,5 mg de ferro, 286 mg de fósforo, 112 mg de cálcio, 5 g de fibras e 335 kcal. É ainda rica em ómega 3, ómega 6, vitaminas, minerais e fibras.

Capaz de garantir a sensação de saciedade por muito tempo no organismo, auxiliam no controle da alimentação e na alta absorção de nutrientes no corpo.

É também ótima para o controle emocional, alivio de sintomas de tensão pré-menstrual e menopausa.

Há inúmeras receitas desde opções de pequeno almoço, para almoços, sobremesas e saladas como é o caso da receita que vos deixo. Ter esta iguaria à mão é muito prático para fazer refeições rápidas e saudáveis.

Fiz esta salada de quinoa e maça e com os ingredientes que tinha cá por casa. Digo-vos que ficou de lambuzar os beiços e foi um improviso da hora.

 

 

Ingredientes

 

½ chávena (chá) de Quinoa

1 chávena e ½ de chá de Água

1 colher (chá) de Sal

½ Maçã (picada)

4 colheres (sopa) de nozes

2 colheres (sopa) de Cebolinha Verde (picada)

1/3 de cebola

Azeite

Vinagre de maçã

Pimenta preta

1 ovo cozido

Azeitonas

sementes de sésamo q.b

Meio Pimento vermelho

Bacalhau cozido desfiado

 

 

 

IMG_1767.JPG

 

 

 

 

Modo de preparo

 

 

Colar a água a ferver com sal e acrescentar a ½ chávena (chá) de Quinoa por cerca de 20 minutos (deve ficar firme como o arroz).

Depois de pronta colocar num recipiente a quinoa, ½ maçã, as nozes, a cebola cortada em tiras, as sementes de sésamo, o ovo em pedaços, as azeitonas, o pimento e o bacalhau desfiado.

 

Temperar com 1 fio de azeite (se for caseiro melhor) e vinagre de maçã, pimenta preta.

Envolver tudo muito bem e desfrutar.

 

 

Esta receita foi preparada com ingredientes que haviam por casa, o chamado esvazia frigoríficos. Podem improvisar e criar as vossas com mais vegetais para ser ainda mais equilibrado.

 

Bom apetite!

 

 

 

Solução para por o intestino a funcionar

IMG_1992.JPG

 

 

 

 

Se vocês fazem parte do tipo de pessoas que vai de férias e fica dias e dias a acumular conteúdo, a ver a barriguinha crescer, bem vindos ao grupo. É frustrante sentir a barriguinha ao dobro ou triplo do tamanho principalmente quando estás a estriar o novo biquíni.

 

A vontadinha que dá é mesmo de correr para a farmácia pedir Dulcolax e acabar logo com o mal pela raiz, mas isso só iria agravar, pois não estamos a ir ao fundo problema..

 

Uma das coisas que descobri nas pesquisas é que o intervalo para eliminação das fezes pode ir de três vezes por dia a três vezes na semana sem que isso seja considerado anormal.

Por cá estamos de férias e o corpinho já se enquadrou neste modo de preguicite aguda, tendo decidido trabalhar a meio gás. Ora então para tratarmos deste assunto antes que saia daqui com uma pancinha à Fernando Mendes, ficam algumas dicas a aplicar:

 

 

 

Fibras solúveis

Para regular o intestino devemos comer mais alimentos crus e investir nas frutas como maçãs, morango, polpa de maracujá, verduras, aveia, cevada, leguminosas (feijão, lentilha, soja, grão de bico), farelo de trigo e farelo de aveia.

 

 

Fibras insolúveis

Aumentam o bolo fecal e aceleram o tempo de trânsito intestinal, retêm água e deixam as fezes macias.

São eles: grãos integrais, farelo de trigo, soja, centeio e verduras são boas fontes de firas insolúveis.

 
 

Beber água

As fibras insolúveis retém água por isso convém que ao consumir fibras se beba também muito pois o intestino pode ficar ainda mais preso. 

 

 

Investir nos alimentos probióticos

Estes, contêm bactérias que são ótimas para o funcionamento do intestino pois diminuem a formação de gases e ajudam à formação do bolo fecal. São exemplos disto os iogurtes e leite fermentado .

 

 

Mastigar bem

Triturar bem os alimentos facilita todo o restante processo do organismo.

 

 

Respiração profunda

Os movimento da entrada e saída profunda do ar fazem uma massagem interna nos seus órgãos, por isso toca a praticar exercício físico a pensar na respiração.

 
 

Fazer caminhada

Ao fazermos exercício físico, no caso da caminha cerca de meia hora por dia, estamos a estimular o intestino. Devemos fazê-lo principalmente após as refeições para massajar os órgãos internos.

 

 

Não apertar as vontades

 

Se não respeitarmos os timings as fezes se acumulam-se e o intestino vai absorvendo a água contida nelas, o que dificulta a defecção posterior.

 
 

 

Evitar os laxantes

Os problemas causados pelo uso  prejuízos do uso são irreversíveis e viciam. 

 

 

Agora é por em prática tudo direitinho e rezar para que o corpinho faça a sua parte.

 

 

 

 

 

 

 

 

Corpinho morenaço mais rápido e por mais tempo

 

IMG_1892.JPG

 

 

Tá aí o Beroum (com prenuncia do norte) e com ele a vontade de ter aquela cor que dá charme aos corpos sarados de todo um trabalho de inverno no ginásio, para que o nosso biquíni fique valorizado,  para usarmos a mini saia comprada para os sunsets e exibir aquela pernaça brown.

 

Como potenciar esta cor e ao mesmo tempo fazê-la durar?

 

Uma boa alternativa ao desespero de exposições solares prolongadas e por vezes perigosas, é investirmos na comidinha. (lá tinha de vir ela...)

O segredo está em adicionar à nossa dieta  alimentos ricos em betacarotenos, vitamina A, vitamina E e flavonoides.

 

 

Mas afinal o que são estes palavrões todos que mais parece nome de medicamento?

 

O betacaroteno é um pigmento carotenoide antioxidante que o nosso organismo converte em vitamina A que produz melanina. Este pigmento vai proteger a pele contra os raios solares e com a nossa exposição ao sol, os melanocitos (onde se forma a melanina) vão acelerar a acção e a pele escurece e como os betacarotenos são antioxidantes, previnem também  o envelhecimento da mesma.

 

Corrida à mercearia do tio Manel para encher o frigorifico com vegetais: repolho, o agrião, o brócolos, espinafres, cenoura, o mamão, a manga e a abóbora.

 

Outros  antioxidantes são as laranjas, o caju e o abacaxi e alimentos ricos em vitamina E pois também tem capacidade antioxidante ótimo no combate ao envelhecimento. Os produtos estrela são então: nozes, sementes, grãos e os vegetais de folhas verdes como a alface e o agrião.

 

Importante neste processo são ainda os flavonoides, pigmentos naturais que protecção contra os agentes oxidantes: raios ultravioletas, agentes de poluição e substâncias químicas.

Auxiliam na absorção de vitamina C e têm propriedades anti- inflamatórias.

 

Onde encontrá-los?

 

Nos chás, como o verde e em alimentos como tomate, uvas, cerejas,  ameixas, cebola entre outras frutas e vegetais.

 

Para além disto devemos beber muitos líquidos, entre 1,5l e 2L por dia para a hidratação da pele, um bom funcionamento intestinal, na manutenção da temperatura corporal ideal, na reestruturação celular,, mucosas e pele.

 

Uma alimentação equilibrada é a chave para tudo, ao aplicarmos estes procedimentos no nosso dia-a-dia estamos não só a potenciar aquele bronze, como a tratar da nossa saúde e a caminhar para aquele corpinho definido.

Dá-lhe na fruta e no vegetal! 

 

 

Limonada de morango fantástica

jknl.JPG

 

 

 

 

 

Moranguinhos como eu gosto, em batidos, sumos, em mousse, nos doces, ou ao natural fazem as minhas delícias neste Verão.

Não podia deixar de partilhar convosco esta receita super fácil de limonada de morango, para além de deliciosa é saudável.

 

O limão lidera a lista de frutas preventivas, devido ao alto conteúdo vitamínico e curativo, elimina bactérias e toxinas. Para além disso tem uma grande quantidade  de vitamina C, ideal para as defesas do organismo, evitando doenças e cicatrização de feridas.

 

A água com limão tem vantagens ser bebida a qualquer hora do dia,  eu tomo especialmente em jejum, elimina toxinas, regula o nosso metabolismo e evita a ação negativa dos radicais livres. 

 

Já o nosso morango, para além de ter poucas calorias, também ajuda a eliminar toxinas, melhora as funções intestinais (propriedades laxantes), reduz o colesterol e combinado com o mel da receita que vos deixo é um bom remédio para os doenças renais. A sua folha em forma de chá (ah pois é, não sabiam...) purifica o sangue, fortalece e alcaliniza o sistema nervoso, além de ser excelente diurético.

 

Podia estar para aqui a descrever um sem número de vantagens dos limões, dos morangos e dos outros componentes, vamos antes ao que interessa, a receita em si:

 

 

Ingredientes que usei:

 

 8 morangos

 1 limão

 2 colheres e meia de sopa de mel

 gelo

 2 folhas de hortelã

 

 

 

Preparação

 

 

Colocar os morangos (já limpos) no liquidificador juntamente com um limão espremido, o mel e as folhinhas de hortelã.

Por fim basta adicionar o gelo, pode pica-lo em casa mesmo manualmente.

 

Simples e delicioso, borá lá por esse corpinho em forma!

 

 

 

 

IMG_1577.JPG

 

 

 

 

 

 

 

Adeus pança! Dicas para reduzir o volume e o inchaço.

IMG_1567.JPG

 

 

 

Se vocês são como eu e saíram à mãe na genética, tem aquela barriguinha sexy que teima em afirmar-se mesmo quando não é para aqui chamada, bem vindos ao clube!

Reuni neste post, algumas dicas que podemos aplicar, para que pelo menos neste Verão a coisa fique mais controladinha.

 

Uma das principais causas para uma barriga mais saliente pode ser a distensão abdominal, causada pela retenção de líquidos, gazes e para evitarmos isto temos de controlar a obstipação.

Sim, aquelas dores no estômago e inchaço, sensação de não ter "esvaziado" tudo depois de ir à casa de banho, fezes que causam cortes e hemorragias no reto, dificuldade em defecar, não evacuar vezes suficientes, fezes duras.

 

Não é necessário  tantas loucuras, apenas pequenas adaptações no nosso dia a dia que nos permitem atenuar o inchaço:

 

 

 

Começar por dormir bem

 

Quem dorme pelo menos sete horas diárias queima mais gordura.

Evitar comer antes e dormir pois a nossa maquinaria fica mais lenta durante o sono e armazena mais calorias.

 

 

Alimentação cuidada

 

Claro, não há cá milagres, a não ser que sejam daqueles abençoados que se podem empanturrar de gordices que continuam invejosamente elegantes.

Muitas fibras, frutinhas legumes, carnes magras, cereais integrais, produtos lácteos com baixo teor de gordura, as gorduras monoinsaturadas existentes no abacate, nas nozes e no salmão. Tentar comer mais proteínas, pois ajudam a estarmos mais tempo saciados. Esquecer as farturas do Armando, os gelados da Spirito, a mousse de chocolate da Aurora ou o leitãozinho com o Sarmentino. Out a tudo o que é processado e farinha branca!

Comer a horas certas, sentadinhos e relaxados.

 

 

Comer em menor quantidade

 

Não vamos sair a rebolar da mesa não é? Comer o suficiente para manter o corpinho saudável. Investir em lanches saudáveis ao longo do dia para ir saciando.

Nem que tenha de pegar em pratos mais pequenos para se enganar a si mesmo

 

 

Caminhar após as refeições

Cinco minutos após cada refeição,  ajuda a libertar o ar preso nos intestinos, aliviando a pressão e o inchaço. 

 

 

Evitar alimentos “gasosos” e picantes

 

Feijões, couve-flor, repolho, cebola e pimentão são os responsáveis pela irritação intestinal e inchaço, assim como os temperos: noz-moscada, cravinho, pimenta, molhos como ketchup e picantes.

 

 

Mastigar bem os alimentos

Comer devagar para evitar o excesso de ar fica preso no sistema digestivo e causa inchaço.

 

 

Cortar no açúcar

 

Nós já somos doces o suficiente para precisarmos de açúcar é necessário diminuir os níveis de insulina para produzir a hormona glucagon para uma barriga mais lisa.

Atenção também aos adoçantes artificiais, pois fermentam no seu estômago e aumentam os gases. Uma opção a isto será usar stevia, mel ou geleia de agave para adoçar o café ou outras sobremesas.

 

 

Fora com o sal

 

Evitar alimentos salgados e temperar os seus cozinhados com especiarias, pois já encontramos naturalmente sal em vários produtos no nosso dia-a-dia como pão por exemplo. Molhinho de soja adeus! 

A água é atraída pelo sódio, por isso quando ingerimos muito sal, retém mais fluído e aí chega a barriguinha inchada.

 

 

Reduzir no álcool

Atenção à sangria de frutos vermelhos da Casa da Viúva que é deliciosa, a caipirinha de morango ou o verde fresquinho da Aveleda,  estão cheias de calorias.

 

 

Beber muita água e chás

Para eliminar as toxinas do seu sistema e manter os intestinos em movimento.

 

 

Stop refrigerantes

Pense bem antes de ingerir os gases existentes nos refrigerantes que vão provocar inchaço na barriga. 

 

 

Limpe a casa

Aproveitar e contrair os músculos abdominais, mesmo em diferentes tarefas do quotidiano, na fila das finanças, no escritório sentadinhos, no transito...

 

 

Pratique Desporto nas suas várias formas

 

Os exercícios aeróbios são os mais eficazes na queima de gordura. Zumbe, dance, nade, corra, façam cycling, boxe, abdominal, remo... são alguns dos exercícios que para além de aliviar o stress contribuem para dizer adeus á barriguinha empinada.

 

 

Se fizermos estas pequenas correções no nosso estilo de vida os resultados aparecem e não só a barriguinha como o corpinho, a pele e a saúde física e psíquica irão agradecer. Não precisamos de entrar em extremismos, mas pelo menos ter esta consciência do que andamos a fazer. Podemos ainda estar atentos aos alimentos que o nosso próprio organismo rejeita, sermos nós os especialistas do nosso corpo e identificar os sintomas que determinado alimento no provoca, azia, inchaço, indisposição, sonolência...

 

Vamos lá a caminho da nossa melhor versão! 

 

 

 

Tapioca com laranja que é um mimo!

 

IMG_1391.JPG

 

 

 

 

Hoje deixo-vos a tão esperada receita da tapioca com laranja um dos meus pequenos almoços favoritos.

Sem glúten, as pérolas de tapioca tem baixo teor de sódio, sem gordura, rico em hidratos de carbono e é de fácil digestão.

Faz parte dos hidratos de carbono simples, vira gordura rapidamente, mas, tem o índice glicémico menor do que o pão branco e com a vantagem de não ter gordura nem glúten.

 

 

Ótima para usar como pré-treino, é de rápida absorção, ou seja, fornece energia mas com não contribui para o ganho de massa. A dica é ser preparada com ingredientes ricos em fibras e proteína como chia ou linhaça triturada para reduzir o índice glicémico.

Também no pós treino pode ser consumida pois com o seu alto índice glicémico, trabalha na absorção de outras proteínas, como as encontradas no whey protein.

 

A tapioca pode ainda ser um lanche rápido ou jantar sempre com recheios saudáveis, com salada e fruta para equilibrar.

Existe em forma de pérola ou polvinho doce como a receita anterior que vos deixei no blog: Tapioca é fit e sem glúten.

Vamos á receitinha que combina a tapioca com laranja, é um mimo!

 

 

 

 

IMG_1385.JPG

 

 

 

 

Ingredientes:

 

 

- 3 colheres de sopa de pérolas tapioca

- 1 chávena de leite ou bebida vegetal

- 1 laranja e casca de laranja

- 1 colher de chá de mel (adoçar a gosto)

- 1 pau de canela e canela em pó

- 1 ovo (opcional)

- 1 colher de chá de sementes de chia

 

 

 

 

IMG_1384.JPG

 

 

 

 

Modo de preparação:

 

 

Primeiro hidratamos a tapioca com 100 ml de água e deixamos até a tapioca absorver toda a água. Eu costumo deixar de véspera para o pequeno almoço, pois o processo ainda é moroso.

 

Depois de hidratada colocamos numa panela o leite ou bebida vegetal, o pau de canela, a casca de laranja e as sementes de chia.

 

Juntamos o ovo, sempre a mexer até se misturar com o restante preparado.

 

Quando o leite começar a ferver, acrescenta-se a tapioca em lume médio e continuar a envolver para não pegar na panela.

 

Quando já estiver quase em papa, acrescentamos o mel, envolvemos novamente e servimos.

Costumo decorar com a laranja em rodelas e acrescento a canela em pó por cima. O segredo é mesmo degustar juntamente com os pedacinhos de laranja, esta mistura é soberba.

 

 

 

É super rápido de confecionar e é uma delícia, compensa em relação à torradinha com manteiga e meia de leite, o corpinho agradece!

 

 

 

IMG_1382.JPG

 

IMG_1388.JPG

IMG_1390.JPG

 

 

 

 

Bunda com celulite e agora?

 

IMG_1449.JPG

 

 

 

O bicho papão da mulherada desde a mais esguia à rechonchuda é a tão temida celulite.

Temos duas opções ou fazemos de conta que ela não existe, comemos que nem uma burras e sentamos a peida no sofá, ou então vamos pela via do desafio, a mais difícil, que é por o rabinho a mexer e controlar o que metemos cá dentro.

 

Vários são os factores que podem estar associados ao aparecimento desta casquinha de laranja nas nossas bundas e pernaças: desequilíbrios no tecido conjuntivo, gordura corporal como responsáveis pelo aparecimento de ondulações de celulite, hormonas, alimentação, estilo de vida e a bendita genética, afinal "quem sai aos seus não é de Genebra" (ehehhehe).

 

Existem tratamentos naturais, que não nos vão assaltar o bolso e que podemos implementar no nosso dia-a-dia para eliminar (se é que é possível) ou pelo menos reduzir a celulite.

A farmácia mais próxima chama-se supermercado e a clínica eleita é a nossa casa, para implementar as dicas que se seguem para combater esta peste.

 

 

 

 

Vinagre de maçã

 

Considerado dos  melhores remédios caseiros, permite destruir gorduras e, além disso, nos ajuda a eliminar toxinas.

 

Receita caseira para beber todas as manhãs:

  1. Num copo, misturar duas colheres de sopa de vinagre de maçã com 240 ml de água.
  2. Acrescentar mel para adoçar.

 

O vinagre de maçã ajuda a que nosso organismo tenha um bom grau de alcalinidade, assim como o bicarbonato de sódio e o limão.

 

 

 

Esfoliante de café e açúcar 

 

Para além de meter cá para dentro coisinhas boas, podemos e devemos também melhorar a circulação do sangue na pele. O ideal será esfoliar as zonas afetadas para remover o excesso de líquido e as toxinas, pois estas meninas tem uma parte da culpa.

O esfoliante caseiro de café e açúcar aumenta o metabolismo das gorduras no corpo e elimina o excesso de fluidos no tecido da pele. 

 

 

Receita do esfoliante:

 

  • Misturar meia chávena de café moído (podemos retirar das cápsulas de máquinas domésticas) com 1/4 de chávena de açúcar mascavo.
  • Utilizar o esfoliante nas áreas com celulite com movimentos circulares e pode se colocar azeite.
  • Por fim basta enxaguar.
 

No uso contínuo após várias semanas nota-se a diferença.

Podemos ainda combinar a esfoliação coma a aplicação de um creme anti-celulítico com movimentos circulares, depois de retirar as células mortas da pele com a esfoliação, assim o creme vai ser  melhor absorvido.

Para complementar e para quem tiver destes aparelhos em casa pode usar um massajador para celulite e estimular a circulação sanguínea da região proporcionando uma melhor absorção do creme e eliminação da celulite.

 

 

 

Gelatina

 

A gelatina contém aminoácidos que formam os componentes básicos do tecido conjuntivo e regulam o peso. 

 

 

 

Chás

Beber duas chávenas por dia de chá, seja ele  verde, branco, de cavalinha, hortelã ou outros com  efeito diurético para eliminar os líquidos em excesso

 

 

 

Água

Beber bastante água, cerca de 2 litros por dia;

 

 

 

 Alimentação saudável

 

Fazer uma alimentação saudável, esquecendo farinhas brancas, alimentos processados,com corantes e aditivos o belo do Donuts, da bolachinha, do paté... Evitar os alimentos gordurosos com açucares e sal, dando preferência aos alimentos crus que desintoxicam o corpo e diminuem a retenção de líquidos.

 

Podemos também usar alimentos estratégicos como os termogénicos, anti-oxidantes e anti-inflamatórios como a pimenta, bagas de goji, sementes de chia, aveia, linhaça, gengibre e casca de pepino (na sopa por exemplo).

Optemos pela moda dos detox:

 

  • abacaxi, hortela e couve
  • leite de arroz, morango  e pimenta

 

 

 

Exercício físico

 

Se pensam que escapavam só com cremesinhos e massagens, enganam-se!

Praticar exercício físico é essencial para tudo nesta vida, corridinhas, step, jump, esteira, musculação (muito agachamento), pelo menos umas 3 vezes por semana e com duração de 1 hora aproximadamente. Mexam esse rabo!

 

 

Este estilo de vida saudável não serve só para combater a celulite, mas para o nosso bem estar, saúdinha e elegância. 

Bem, eu não consegui escrever mais sem antes ir fazer uma gelatina vegan para a sobremesa e um chazinho para hidratar.

 

 

 

Ovos em cama de shiitake e vegetais

IMG_1370.JPG

 

 

 

 

Naqueles dias em que não há muita paciência ou tempo para grandes cozinhados, é sempre aconselhável ter à mão cogumelos e legumes para saltear, rápidamente se faz uma receita digna do melhor chef.

The winer is shiitake!

Foi o cogumelo escolhido para o meu jantar e nada como espreitar a página do Atelier do Cogumelo para encontrar excelentes receitas. 

 

Este é o fungo da longevidade, assim intitulado na Ásia pelas suas propriedades curativas.

Tem propriedades medicinais para o tratamento e controlo da pressão arterial, redução do nível de colesterol, fortalecimento do sistema imunológico e promoção da atividade anti-cancerisna, reduz a probabilidade de tromboses vírus e bactérias.

 

Os  Shiitake são uma excelente opção até mesmo para quem não aprecia estas iguarias pois tem um sabor amanteigado, semelhante ao da carne, fonte de selénio, de ferro, de proteínas, fibras dietéticas e vitamina C.

 

Só boas razões para degustar esta iguaria, mas vamos então ao que interessa, à bela da receitinha que foi inspirada no Atelier do Cogumelo. Eu usei apenas metade ou até 1/3 das quantidades das indicadas, pois foi um jantar romântico na melhor companhia, a minha (ehehhehe).

 

 

 

 

IMG_1359.JPG

 

 
 
 
 
 
Ingredientes (para duas pessoas):
 

 

250 g de cogumelo shiitake

1 ou 2 pimentos vermelhos

1 repolho

2 ovos

Azeite q.b.

Sal, pimenta e orégãos q.b.

 

 

 

 

IMG_1361.JPG

 

 

 

 

Modo de Preparação:

 

 

Laminemos os cogumelos e cortemos os pimentos em pequenos cubos.

Numa frigideira ou Wok, com um pouco de azeite, salteamos os cogumelos junto com os pimentos e temperamos com sal, pimenta e orégãos a gosto.

 

Adicionamos ao salteado o repolho cortado em pequenos pedaços, já cozinhado a vapor.

 

 

 

 

 

IMG_1362.JPG

 

 

 

 

Envolvemos os ingredientes e uniformizamos para de seguida colocar os ovos por cima desta mistura vegetais, com cuidado para que a gema não se disforme.

 

Reduzimos a temperatura e tapamos a frigideira para cozinhar mais 3 minutos até a parte branca do ovo ficar bem formada.

 

 

Podemos acompanhar com arroz branco ou simplesmente ficarmos pelo salteado que foi o meu caso.

 

Digo-vos que estava um mimo e tão simples que é! 

Vejam lá se não abusam das quantidades ou o cogumelo pode virar mágico....

 

 

 

 

IMG_1368.JPG

 

 

Cogumelos Portobello à Coelha

IMG_0770.JPG

 

 

 

Esquecemos a carne, mas a proteína permanece. Sou fã destes simpáticos fungos, salteados, em sandes, hambúrguers, na sopa.... marcham de qualquer maneira.

 

Como por cá, é tudo na base do improviso, vamos lá ver o que há pelo frigorífico, foi assim que surgiu esta receita simples de cogumelos portobello,  com agriões e puré de batata doce.

 

 

 

Ingredientes

 

  • folhas de agrião
  • Sal
  • Pimenta malagueta
  • 1 colher de sopa de manteiga sem leite (como Alprosoja)
  • vinho branco ou vinho do porto
  • orégãos
  • alho em pó
  • cebola
  • cogumelos portobello
  • queijo ralado
  • batata doce

 

 

IMG_0764.JPG

 

 

 

Modo de preparo

 

 

Pré-aquecemos o forno a 180º.

 

Colocamos  a batata doce para cozer numa panela com água.

 

Numa frigideira em lume brando colocamos a manteiga (ou azeite), a pimenta malagueta ou preta e cebola picada.

 

Acrescentamos os agriões já lavados, num dos lados da frigideira separado da cebola e para poupar tempo o/os cogumelos no outro lado.

 

Temperamos com sal, alho em pó os fungos e as verduras.

 

Envolvemos o agrião com a manteiga e quando as folhas começarem a murchar retiramos do fogo.

 

Colocamos um fio de vinho branco no cogumelo e também os orégãos.

 

Retiramos os cogumelos e a cebolada quando já estiverem dourados para um recipiente de ir ao forno e acrescentamos o queijo ralado por cima.

 

Deixar repousar uns minutos no forno até o queijo derreter.

 

Passamos a batata doce já cozida pela varinha mágica  e está pronto, basta juntar tudo harmoniosamente no pratinho e devorar.

 

 

Jantar saudável com s nutrientes necessários e um ótimo amigo da barriguinha definida.

 

 

 

 

 

IMG_0765.JPG

 

 

 

 

Crepes com amor e sem glúten

IMG_0890.JPG

 

Tempo de mimar o menino doentinho, antes que ele comece... a reclamar porque só faço receitas cá em casa e não lhe dou a experimentar as guloseimas. Por isso, toca la a fazer crepes ara o lanche, é fácil, rápido e são deliciosos.

Experimentei mais uma receita nova com farinha sem glúten, neste caso a farinha de arroz (podem usar de milho ou outra qualquer), só para contrariar o gozo que levo por andar sempre a experimentar diferentes tipos de alimentação. Então toma lá crepes glúten free que são bem bons!

 

Ingredientes

 

100 g de farinha de arroz (uma chávena de chá)

3 ovos (de galinhas felizes de preferência)

250 ml de leite de soja ou outro

Uma colher de manteiga (de preferência sem leite)

Uma colher pequena de fermento sem glúten

Uma colher de adoçante (não usei)

Uma pitada de sal 

 

IMG_0878.JPG

 

Modo de preparo:

 

Misturar a farinha com o fermento num recipiente.

Bater os ovos á parte e junta-los ao preparado da farinha (podem fazer um buraco no meio da farinha para ser mais fácil envolver). Acrescentar adoçante e misturar tudo com uma vara de arames e colocar uma pitada de sal.

 

 

IMG_0880.JPG

 

 

Reservar o preparo e noutro recipiente envolver o leite com a manteiga já derretida no micro ondas.

Acrescentamos essa mistura aos poucos aos outros ingredientes mexendo sempre  até conseguirmos uma massa fofa. 

 

IMG_0881.JPG

IMG_0882.JPG

 

 

Pronta a massa é só colocar em lume brando uma frigideira antiaderente com um pouco de óleo de coco, azeite ou manteiga, mas sem grandes excessos, podem mesmo embeber um guardanapo e passar na mesma.

Colocamos a massa com uma concha e espalhamos por todo o fundo da frigideira e após ficarem dourados e ganharem bolhinhas, viramos o crepe e deixamos cozinhar do lado contrário. A que usei de anti aderente já não tinha nada, foi um milagre conseguir que saísse algo comestível dalí. Apesar dos rebordos um pouco deselegantes o conteúdo foi aprovado pelo mimado.

 

 

IMG_0885.JPG

 

 

 

 

Crepes aptos para celíacos,mas podem ser feitos perfeitamente com farinha normal e com lactoses, fica ao vosso critério.

Usei morangos, gelado de doce de leite e topping de chocolate feito na hora para acompanhar. Fazer o topping é bem simples, coloquei meia tablete de chocolate negro ao lume com uma colher de sopa manteiga e aos poucos acrescentei leite de soja para amenizar o amargo do chocolate. Convém mexer sempre o preparado e pode ser feito enquanto os crepes cozinham. Podem sempre optar por um acompanhamento mais fit para manter o corpinho em forma para o Verão. 

 

A massa deu para cerca de 6 crepes grandes, rápidos e deliciosos!  

Experimentem e dêem-me o vosso feedback.