Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Ano Novo, Vida Nova

cc.jpg

 

O novo ano está aí e com ele a vontade de fazer mais e melhor. É para isso mesmo que servem as viragens, um motivo para nos reinventarmos, uma tomada de consciência daquilo que somos, do que fazemos e como fazemos e do que podemos melhorar.

Os hábitos são maravilhosos indicadores para sabermos o que atraímos, observa-los pode trazer-nos resultados que até então eram impercetíveis porque estamos constantemente num registo automático, começamos a achar normal viver assim.

 

Seguem alguns tópicos de alerta para que possamos dar mais atenção no nosso dia-a-dia e nos transformar-mos na nossa melhor versão:

 

 

  • A vida não é dura.
  • Deixa de reclamar e faz!
  • Tem autoconfiança, mesmo quando ninguém acredita na tua visão. Não te compares com o outro.
  • Confia no outro, abre-te e atrair leveza.
  • Num mundo com tanta toxicidade, torna-te na pessoa mais gentil que conheces.
  • Concentra-te na tua visão e leva à vante a tua missão.
  • Incentiva os talentos, críticos pessimistas encontram-se em todo lado.
  • Torna-te único, realiza os teus sonhos.
  • Corre o risco mesmo sendo rejeitado.
  • Começa o dia com 20 minutos de exercício para começar o dia mais inspirado, com melhor desempenho, mais alegre e tranquilo.
  • Faz atividades de criação de valor nos primeiros 90 minutos do teu dia ao invés de responderes a email e navegares na net.
  • Alimenta-te como um atleta, a nossa nutrição afeta o nosso humor.
  • Faz uma caminhada natural todos os dias para estimular a mente.
  • Conhece-te, desenvolve-te e ama-te. Passa uma hora por dia sem estimulação (sem telefone, sem pessoas).
  • Lê 60 minutos todos os dias 
  • Escreve notas de gratidão todas as manhãs e noites.
  • Abraça projetos que te assustem e desafiem, tornam-te mais forte.
  • Deixa para trás o passado, polui o teu futuro. Serviu apenas para uma única razão: para chegares até aqui. Não te arrependas do passado “e se eu tivesse feito aquilo…” Retiras a potência de realizar algo novo se estas constantemente preso no passado.
  • O trabalho duro supera o talento.
  • Sorri mais.
  • Faz uma colagem cheia de imagens da tua vida ideal e consulta frequentemente.
  • Os líderes mudam, as vítimas assustam-se com a mudança.
  • Perdoa o imperdoável em sua vida.
  • Analisa o teu sucesso pelo impacto causado ao invés das questões monetárias.
  • Sê autêntico, todos os outros já existem.
  • Faz algo que o faça sentir desconfortável pelo menos uma vez a cada 7 dias.
  • Diz "desculpe", "por favor" e "muito obrigado".
  • Investe em coaching e auto-desenvolvimento.
  • Bebe mais água e descansa mais.
  • Alcança 5 pequenos objetivos a cada dia, em 12 meses significa 1850 pequenos objetivos.
  • Planeia e concretiza objetivos até 31 de Dezembro.
  • Escreve cartas de agradecimento aos teus clientes, colegas de equipa, amigos, família…
  • Aprende a criticar construtivamente, reforçando talentos e valores. 
  • Dá aos seus clientes mais valor do que eles pagam A generosidade é a chave.
  • Respira profundamente.
  • Mantem as promessas. Cumpre os objetivos.
  • Um problema só é um problema se escolheres vê-lo como um problema.
  • Aprende a meditar.
  • Cada pessoa que conheces tem uma lição a ser ensinada e um sonho a realizar.
  • Passa tempo nas galerias de arte, a arte estimula a criatividade.
  • Atrais o que reclamas.
  • Viaja com frequência.
  • Conhece os teus valores e tem coragem de vivê-los, não importa o que o rebanho pensa.
  • Multiplica a tua vitalidade e torna-te mais forte.
  • O potencial não aproveitado causa dor. Vive o teu talento, desenvolve-o e trabalha arduamente.
  • Constrói uma base familiar sólida enquanto desenvolves a tua carreira profissional. 
  • Contribuiu para a vida dos outros, traz mais alegria.
  • A qualidade de teus amigos é uma fortuna.
  • Valoriza os teus pais enquanto os tens.
  • Aprende a dizer "Não".
  • Domina-te a ti mesmo.
  • A qualidade é mais lembrada que o preço.
  • Tem uma vida mais simples, mais tranquila com mais beleza e maior significado.
  • Qualquer coisa extraordinária exige rigor, sacrifício e extrema coragem.
  • E se no fim de tudo não funcionou, não é o fim.
  • O mundo precisa de mais amor...
  • A vida é muito curta, começa hoje a vivê-la melhor.
  • Não adies os teus sonhos!

 

 

A nossa mente define a nossa realidade. Mudar os teus hábitos traz mais felicidade pois são eles que condicionam a nossa vida.

Qual o habito que tens mais presente e que te rouba mais felicidade?


O arrependimento deve ser caro demais

 

“Se não for uma amizade na sobriedade e na bebedeira, eu nem amiga fico.

Se não for para casar acreditando ser para sempre, eu não caso.

Se for para sair já contando as horas para voltar, eu nem saio.”

 

 

 

A vida é tão efémera para a desperdiçarmos vivendo no meio de tanta banalidade, competitividade, desentendimentos e guerras de egos. A vida não é o intervalo até ao próximo relacionamento, ou a espera por um novo emprego depois de um que não funcionou. A vida é o agora!

 

Deveria ser o melhor de nós, mesmo que o outro não valorize, deveria ser semear mais amor e compreensão e colher mais amizade, carinho e respeito, coisas que não tem preço e valem mais do que qualquer pertence. O mais espetacular disto tudo é que dar amor e atenção não nos torna mais pobres, quanto mais se dá, mais nos enriquece.

 

Se não for para viver com este amor, paixão e entusiasmo pelas pessoas e pelo nosso percurso eu prefiro nem viver.

 

Criar expectativas, ter o entusiasmo de uma criança, libertarmo-nos de manias, amarmos sem restrições e apaixonarmo-nos por inteiro.

Se não for para ser com alma, se não for para sentir, se não for para acreditar nem vale a pena seguir.

Contentar com uma vida sem êxtase, com águas paradas, sem mergulhar de cabeça e aproveitar tudo o que temos direito, haja coragem!

Se não for para nos perdermos num abraço, para nos deixarmos levar num beijo de tirar o fôlego mais vale nem começar.

 

É preciso ter bravura para optar por não viver! No fim há-de ser certamente muito alta a conta a pagar… Quando, diante do fim da linha, olharmos para trás e sentimos o vazio, o arrependimento de uma vida comedida.

Ou dá-mos a mão à palmatória ou vamos passar o tempo todo sem saborear as maravilhas desta vida. Dá medo esticar a mão para aquela régua de madeira da escola primária? Ah pois dá, muito medo, mas a magia está em ir com medo mesmo assim…

Descer do salto e experimentar por o pé no chão, sentir todas as irregularidades do piso que não são as condições perfeitas, mas descer de qualquer forma e experimentar a vida do jeito mais puro, parar de tanto pensar e simplesmente deixar fluir com sentimento.

O que realmente dói é a vida que não se vive.

 

 

Quais os valores que orientam a tua vida?

criscris.JPG

 

 

 

 

 

Aqueles que conhecem bem os seus valores e vivem alinhados com eles tornam-se verdadeiros líderes. São os valores que orientam as nossas direções e as decisões que tomamos.

A vida está sempre prestes a desafiarmos e a testar o nosso compromisso com os nossos valores e aí está a nossa maior prova de fogo. 

Se temos dificuldade em em fazer uma escolha, isto esta relacionado com o facto de não termos sido firmes quanto ao que mais defendemos e queremos para nós. Ao sermos concretos e focados no que é mais importante para nós, quais as bases da nossa auto-estima, a tomada de decisão torna-se mais fácil pois se baseia no cumprimento dos nossos valores, aconteça o que acontecer. 

Os valores são o GPS da nossa felicidade e o condutor do nosso destino. Vivermos segundo a nossa escala de valores transmite-nos uma paz interior e um sentimento de certeza.

Sempre que vivemos dentro dos nossos padrões mais elevados vivemos num estado de alegria e não precisamos recorrer aos excessos, como comer e beber como se não houvesse amanhã porque estamos em harmonia.

 

Ao tomarmos qualquer decisão para o futuro é importante perceber se irá satisfazer as nossas necessidades emocionais.

 

 

Quais são as coisas que dá-mos mais valor?

Amor, família, dinheiro...  O estado emocional que procuramos é o amor, os restantes usamos como meio para alcançar o nosso valor final. O que significa para nós dinheiro: segurança, estatuto, liberdade, influência...?

Por vezes não compreendemos a diferença entre valores associados aos meios e aos fins, buscamos valores relacionados com os meios e  não encontramos o nosso verdadeiro propósito.

A armadilha e a dor vem quando alcançamos os nossos objetivos mas não o desejo da nossa vida.

 

Quais os valores que são mais atraentes para ti? Qual a tua escala de valores? O que te dá mais prazer? Quais as tuas prioridades?

 

 

Diversão/Feliciddade

Fazer a diferença

Alegria

Amor/ Ternura

Inteligência

Saúde/Vitalidade

Honestidade 

Paixão

Gratidão

Aprender/Crescer

Realização

Criatividade 

Ser o melhor

Investir 

Contriuição

Sucesso 

Intimidade

Conforto

Segurança

Aventura

Poder

Liberdade

 

 

Em confronto com a escala de valores positivos, muitas vezes entram em choque os valores repelentes, aqueles que tentamos evitar sentir.

Que valores nos esforçamos por sentir:

 

 

Rejeição

Frustração

Humilhação

Fracasso

Culpa

Depressão

Solidão 

Raiva 

Medo

 

 

É interessante analisarmos as nossas duas listas e percebermos a forma como estamos a agir diante de situações de confronto com estes dois polos. Se colocamos em primeiro lugar a humilhação, certamente vamos evitar situações em que nos "pomos a jeito" Se é a solidão, isto pode levar a que sejamos uma pessoa apegada, protetora e estar sempre rodeado de amigos.

 

Ao colocarmos o sucesso no topo da nossa lista e a rejeição como repelente estamos a auto-sabotarmos e a alimentar a frustração.

 

 

"As pessoas farão mais para evitar a dor do que alcançar o prazer..."

 

 

Desafio-vos a criar a vossa lista de valores atraentes, o que é mais significativo para vocês e a lista de valores repelentes. Comparem-nas, tirem as vossas conclusões e por fim reescrevam e façam a lista que para vocês faz mais sentido e que vos vai permitir alcançar o que pretendem. Mudar os nossos valores, muda a nossa vida. O primeiro passo é compreender os valores atuais, perceber o porquê de os termos adquirido. Entender quais os estados emocionais que mais sentimos e repelimos para podermos criar o destino que merecemos, afinal  de contas, somos muito mais que os nossos valores.

 

O que acontecerá se colocarmos a felicidade como prioridade? E se a prioridade for maior que a realização?

Como seria eu sem senti preocupação?

 

 

Que tal em vez de de alcançarmos coisas para sermos felizes, sermos felizes a alcançar essas coisas?

 

Podemos escolher quem nós somos, podemos traçar o nosso destino...

E não se esqueçam: a vida vai sempre testar o compromisso que temos com os nosso valores.

 

 

 "O carácter de um homem é a sua divindade guardiã."

 

 

 

Texto baseado no livro: Desperta o Gigante que há em Ti

 

 

 

 

Desafio de Quaresma: desintoxicação do corpo e da mente

IMG_2538.JPG

 

 

 

 

O Carnaval já lá e vai e com ele toda a folia associada. Diz a religião católica que é tempo de sacrifício e do chamado jejum da carne nos 40 dias antes da Páscoa. Colocando opções religiosas de parte, este período que inicia hoje trouxe-me uma certa inspiração e mesmo concordância com a perspetiva do Papa Francisco, segundo ele devemos aproveitar está época para fazermos:

 

  • jejum de palavras negativas e dizer palavras bondosas;
  • jejum de descontentamento e enchermo-nos de gratidão;
  • jejum de raiva e enchermo-nos de paciência;
  • jejum de pessimismo e enchermo-nos de esperança e ótimismo.

 

Temos hoje, dia um de Março, dia após o Carnaval um oportunidade para jejuarmos e colocarmos mãos à obra para novas práticas. Desafio-vos hoje a estabelecerem novos padrões, novos modos de fazer e pensar para a vossa vida. Dizem que um hábito se cria em vinte e um dias, nós temos 40 a partir de hoje até ao próximo dia 16 de Abril para instituirmos na nossa vida uma mudança dia após dia. Hoje é um novo começo, uma nova oportunidade para fazermos jejum de tudo o que nos intoxica e criarmos um novo Eu, mais saudável e revitalizado. É hoje dia de darmos ao nosso corpo aquilo que ele necessita, simplesmente porque Eu Mereço!

 

Desafio-vos a começarem comigo uma jornada de bem-estar físico e psíquico, mas um desafio grandioso que não irá servir para pessoas de vontade fraca. Hoje é o dia em que me comprometo a mimar o meu corpo com aquilo que ele realmente necessita, nutri-lo com os alimentos que precisa e exercita-lo como uma prioridade. Vou optar por produtos naturais ao invés dos químicos, vou fazer do meu corpo o meu templo.

Durante os próximos quarente dias vou também cuidar da minha mente, se preparo meu corpo para sair de casa todos os dias, também tenho de preparar a minha mente. Este desafio mental que vos proponho tem como objetivo instituir hábitos que nos permitam usufruir de um novo nível de sucesso pessoal e profissional.

 

Para colocarmos em marcha a nossa ação precisamos de limpar o jardim da nossa mente e estarmos conscientes dos possíveis desvios que podem surgir causados pelos nossos hábitos anteriores. Quando esses padrões surgirem, o que temos de fazer é:

 

  • ter definido o que realmente queremos, que é ter controlo sobre a nossa vida;
  • termos uma alavanca, imagina o quão maravilhoso seria passar a ter controlo da nossa mente, corpo, relacionamentos e finanças.
  • interromper o padrão que nos restringe e iniciar uma Dieta Mental, assumirmos as rédeas e todos os pensamentos, eliminando os negativos  que nos aprisionam.

 

Posto isto, nos próximos quarenta dias vamos assumir o controlo das nossas emoções e da nossa mente, decidindo agora que não vamos remoer pensamentos e emoções desgastantes. Vamos limpar o nosso corpo de tensões tóxicas e com esta consciencialização constante vamos com certeza darmos conta da quantidade de pensamentos limitadores que nos tornam improdutivos todos os dias e nos impedem de uma vida detox e com mais energia.

 

Os problemas estão lá, não podemos fazer de conta que nada se passa, mas podemos mudar a forma como nos colocamos perante o desafio.

 

 

"Na vida, não gastes mais do que dez por cento do teu tempo com o problema e gasta pelo menos noventa por cento do teu tempo com a solução."

 

 

Neste nosso objetivo, a ideia é gastar 100% do tempo nas soluções, adotando uma postura de determinação e boa-disposição.

 

 

 

Regras do desafio

 

 

Regra n.º 1: Nos próximos 40 dias não vou cismar em pensamentos e sentimentos estéreis. Não vou usar perguntas e vocabulário enfraquecedores.

 

Regra n.º 2: Quando fraquejar vou utilizar logo de seguida perguntas de resolução de problemas que vos falei no post anterior (O que posso aprender com isto?; O que ainda não é perfeito?...) e todas as manhãs e noites farei as perguntas-chave que me servem de fio condutor e não vão despender muito do meu tempo, pois podem ser feitas durante o duche, uma refeição...)

 

Regra n.º 3: Neste período vou ainda focar-me nas soluções em qualquer desafio que surja.

 

Regra n.º4: Se por acaso der por mim a remoer em assuntos que me esgotam, não há motivo para alarme desde que mude imediatamente o padrão.

 

 

Vamos exigir hoje a nós mesmos novos resultados e não vamos ceder a nenhuma chantagem emocional, vamos ter energia o suficiente para enfrentarmos os desafios, vamos sair da zona de conforto, vamos interromper padrões, criar alternativas fortalecedoras perante os obstáculos e vamos criar valor, mudança, novos hábitos: vamos superar-nos!

 

 

 Texto baseado no autor Anthony Robbins

 

 

As perguntas que vão transformar a tua vida

IMG_7014.JPG

 

 

 

Escrevo hoje com uma vista maravilhosa sobre o nosso Douro e se há forma de me inspirar é um dia de sol com uma vista soberba.

Trouxe o Antony Robbins como companhia e uma vontade enorme de fazer mais e melhor, de transformar a minha vida, de atrair coisas boas, de ser feliz o maior número de vezes possível e nada melhor do que uma boa convicção para orientar as nossas decisões e o rumo das nossas vidas.

Pois é, e somos nós que criamos a nossa própria realidade, esta definição pode soar um pouco estranha vindo de alguém com formação em Serviço Social, onde o indivíduo é visto como o produto da sociedade, da família e do contexto onde está envolvido. Eu não estou de todo a anular este ponto de vista quero antes que percebam que me refiro ao facto de que não é aquilo que nos acontece que define a nossa vida e que vai delinear a forma como me sinto ou que ajo. Podemos sim e devemos ser resilientes, assumirmos a responsabilidade de analisar as nossas experiências, percebermos o que podemos retirar dali, os olhos com que olhamos determinada situação vão condicionar a nossa ação. Esta análise resiliente trata-se de fazer as perguntas certas que nos conduzem a resultados com qualidade. As perguntas vão orientar os nossos pensamentos e as reações aquilo que nos acontece.

Questionando as nossas limitações irá transformar e esbater as limitações em qualquer área da nossa vida. É chegada a hora de estruturarmos as perguntas que vão fortalecer a nossa ação e que vão atrair as coisas certas:

 

 Como posso tirar partido do que me aconteceu?

 Como posso aproveitar isto para ajudar os outros?

 Quem sou eu?

 O que é que sou capaz agora?

 Em que medida isto me fortalece?

 Como pude ter a sorte de te ter na minha vida? O que é que mais amo no meu marido?

 Até que ponto a nossa relação vai enriquecer as nossas vidas?

 Qual o negócio mais lucrativo?

 O que é que me faz sentir feliz agora?

 O que é que me poderia fazer sentir feliz?

 O que é maravilhoso na minha vida neste momento?

 Que lembranças magnificas eu tenho?

 Que importância tem isso?

 Já pensas-te o impacto que vamos causar com o que criamos?

 Como posso aproveitar esta situação?

 O que posso aprender com isto?

 Como posso dar a volta?

 Como posso acrescentar mais valor?

 O que há de tão importante neste problema?

 O que é que ainda não está perfeito?

 O que estou disposto a fazer para que fique como quero?

 O que estou disposto a deixar de fazer para que fique como quero?

 Como posso desfrutar do processo enquanto faço o que é necessário para ficar como quero?

 De que te orgulhas?

 Quem amas e quem te ama?

 O que é a minha vida?

 O que é que procuro?

 Porque é que estou aqui?

 

Ao invés de nos invadirmos daquelas questões que só vão criar um ciclo vicioso e nos vão aprisionar a um sentimento de impotência:

 

 

 Porque me aconteceu isto a mim?

 Que mal fiz eu para merecer tal coisa?

 E se há alguém melhor?

 Porque só atraio coisas más?

 Será eu vale a pena?

 Porque me fazes sempre isto?

 E se me fizer sofrer?

 Porque só encontro pessoas que me fazem sofrer?

 

Munirmo-nos de um conjunto de perguntas fortalecedoras que os vão conduzir aos resultados que pretendemos pois aquelas questões que deixamos de fazer também irão moldar os nossos resultados.

É possível mudarmos a forma comos nos estamos a sentir no preciso momento e para isso basta mudarmos a nossa perspetiva. A maior parte das vezes vivemos em piloto automático, restringimos a nossa capacidade emocional e os nossos recursos. Somos possuidores de um grande poder à distância de um clique no comando da nossa mente para acionar aquilo que estamos dispostos a fazer para realizarmos os nossos sonhos.

Antes de mais devemos definir de uma vez por todas o que é realmente importante na nossa vida, pelo menos neste momento, parar para avaliar e identificar o nosso antigo padrão limitador, perguntarmo-nos:

 

 Se eu não mudar isto agora quais serão as consequências?

 O que isto me irá custar a longo prazo?

 Como é que a minha vida ficaria se eu mudasse isto agora?

 

As perguntas são o nosso fio condutor e orientam os nossos sentimentos, podemos muitas vezes estar numa posição vencedora mas a sentirmo-nos a perder e para isso precisamos do nosso ritual diário para o sucesso a começar pelas perguntas que fazemos logo pela manhã:

 

 O que me faz feliz na minha vida neste momento?

 Sinto-me entusiasmada com que?

 O que é que me faz sentir orgulhoso no momento?

 O que me faz sentir grato agora?

 O que aprecio na minha vida?

 Em quê me empenho?

 Quem amo e quem me ama?

 

Não só no começo do dia é importante este exercício de preparar a mente para os novos desafios como no final do dia fazermos a retrospeção do que decorreu:

 

 O que dei hoje?

 O que aprendi hoje?

 Como é que o dia de hoje aumentou a minha qualidade de vida?

 De que forma posso aproveitar o dia de hoje como um investimento no futuro?

 

Quer procuremos o que nos fortalece, quer procuremos o que nos enfraquece iremos encontrar. Usar o nosso poder pessoal para ultrapassar os obstáculos é fundamental para vivermos com qualidade. Se podemos mudar agora um padrão eu nos permite transformar a nossa vida e acrescentar-lhe valor, porque não fazê-lo já?

 

 

 

10 estratégias para mudar a tua vida em 2017

 

FullSizeRender.jpg

 

 

 

Desafio-vos a começarmos juntos a trabalhar e a fazer de 2017 um ano de tirar o fôlego! Para que os nossos desejos e sonhos se tornem realidade não podemos adiar mais a nossa ação, temos de começar hoje a fazer acontece-los um bocadinho de cada vez, numa caminhada step by step até ao sucesso.

 

Quantos de nós já chegam ao fim do ano, olham para trás e não concretizaram o que tinham desejado na viragem do ano? Quantos de nós cumpriram em Janeiro os votos a que propuseram no dia 31 do ano passado? Quem nunca sentiu a sensação de frustração por mais uma vez não viver o que desejou?

 

Chorar no leite derramado não vai solucionar os nossos desejos, resta-nos mudar, fazer por alterar este resultado, comprometermo-nos agora mesmo a dar pequenos passos para nos mantermos focados e alinhados com aquilo que escolhemos ser e aquilo que queremos para nós

 

Preparei uma lista simples com alguns truques que nos ajudam a manter a chama acesa, aquela vontade de lambuzar cada dia, senti-lo como mais uma oportunidade renovada para fazer mais e melhor.  

Seguem então dez dicas fantásticas que vão transformar o teu ano:

 

 

- Escreve uma lista de conquistas

 

Um inventário com as tuas 25 vitórias de 2016, desde as mais simples conquistas do teu desenvolvimento pessoal àquilo que te deixou mais feliz.

 

 

- Desenha o teu ano novo perfeito

 

Vamos colocar-nos no corpo de uma criança maravilhada, pegar num papel e em lápis de cor para traçar o nosso ano novo ideal com detalhes corajosos. Não vale pensar pequeno!

 

 

- Define prioridades mensais

 

Do outro lado do papel ou então no nosso caderninho de sonhos, descrevermos as 5 prioridades de cada mês, sejam elas pessoais ou profissionais. Esta ferramenta é útil para nos mantermos em alerta, fazermos revisões regulares àquilo a que nos propomos atingir.

 

 

- Tem uma vida detox

 

Afastemo-nos de tudo o que nos consome energia, pessoas negativas, atividades e ambientes que não gostamos.

 

 

- Dedica 60 minutos do teu dia a aprender

 

Agendar um momento no teu dia  para evoluir, aprender e crescer em termos pessoais. Permite-te esse direito de investir em ti, progredir e programa os próximos 90 dias. As coisas que são agendadas são as que são feitas.

 

 

- Faz a tua colagem ideal

 

As imagens seduzem a nossa mente subconsciente. Se queremos ir de férias para a Grécia, coloquemos imagens do país, do hotel que queremos ficar, o que vamos comer. Podemos fazer isto para todas as ambições básicas para os próximos 12 meses e coloquemos a colagem num sitio visível para que possamos estar em contacto com ela várias vezes e modelar o nosso comportamento.

 

 

- Faz um passeio reestruturante

 

Caminhar pela natureza é um dos hábitos das pessoas mais criativas e produtivas. Esta caminhada regeneradora serve para reflectirmos sobre a vida, é um momento connosco mesmos para deixar sair as coisas menos boas do nosso dia, perdoar quem nos magoou, afinal fizeram de nós ainda mais fortes. É importante que este seja um momento para deixar ir o que não nos acrescenta mais, mas que nos levou até onde estamos agora. Promete nesta caminhada que irás lutar pelos nossos planos.

 

 

- Cria a tua oração da manhã

Cria a tua oração pessoal com três parágrafos, como se fosse um mantra para te lembrares de como estar na tua melhor versão, como desejas viver este novo dia e como te queres apresentar ao mundo.Isto para recodificares e orientares sistematicamente a tua vida. Devemos recitar em voz alta ao acordar para afastar a negatividade e nos tornarmos aptos e audazes para enfrentar o novo dia.

 

 

- Respira!

 

A vida é demasiado curta para ser muito séria. Existem sempre precauços, altos e baixos fazem parte do nosso percurso e temos de os aceitar como algo natural, para que nos momentos menos bons saibamos valorizar o quão de bom esta vida também já nos ofereceu. Apenas respira... e continua a fazer o teu melhor...grandes bênçãos surgirão no teu caminho.

 

 

 - Vive os teus sonhos mentalmente

 

Antes de dormir, Imagina os teus sonhos como se estivesses a realiza-los, mentaliza-te para o grandioso acontecimento: "a minha meta esta a chegar, estou cada vez mais perto e eu mereço alcança-la!

 

 

IMG_6476.JPG

 

 

 

Espero que estas dicas ajudem a vocês se tornem mais realizados, que descanse as vossas mentes ansiosas, vos foque naquilo que realmente faz sentido e traga magia às nossas vidas. Que vos faça mais gratos, mais felizes, mais tranquilos.

Espero que sobretudo vos dê motivação e vos faça sonhar.

 

 

  texto inspirado em Robin Sharma

 

 

 

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D