Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Pessoas intensas, o cabo dos trabalhos!

 

Vivem intensamente, como se cada hora fosse a ultima

Sofrem também como se fossem morrer naquele momento

Sabem ser felizes com intensidade sem igual

São capazes de fazer seus parceiros se sentirem especiais e únicos

Vivem a vida da forma como entendem livres e sem qualquer objeções.

 

 

Se me perguntassem se agir desta forma não me faz mal, a resposta seria obviamente que sim, mas ferir a nossa alma é o menor quando nos poupa de estar na vida só para ver os carrinhos eléctricos a andar (já dizia a minha professora da escola primária) e/ou com quem não quer ficar a 100% nela.

Espero que pelo menos uma vez as pessoas tenham a oportunidade de experimentar o prazer de ser assim, que corram atrás dos sonhos sem medo, que amem e queiram esgotar os sentimentos num único dia, mesmo que se saiba que sentimentos assim tem tendência a serem infinitos.

 

Pessoas intensas, são aquelas que vivem a vida a um nível muito para lá do normal, pessoas que agem do 8 ao 300 e onde a atitude morna é algo que não lhes assiste.

Se o que quer que seja não lhes despertar o interesse são capazes de ficar uma espécie de cubo de gelo, mas se o contrario acontece, haja quem as segure...

 

Vão com tudo sem perder tempo!

 

Trata-se de seres que se entregam a tudo sem reservas, quer seja na profissão, nos hobbies, amores, amizades e até nas dores claro.

Quando o assunto é amor, são fogosos, os beijos são apaixonados e o abraço vai com tudo.

Quem conhece um intenso sabe que este é capaz de viajar para outra cidade ou país, após ter ficado saudoso numa troca de mensagens com o seu amor, mesmo que só vá usufruir de uns breves momentos da sua companhia. Entregam se sem medos e esse é um lado bom, apesar de tudo isto ter o seu senão quando se tratam de dores.

 

Não julguemos um intenso como alguém ansioso ou destrambelhado pois trata-se de pessoas que sentem com a alma e não medem esforços quando algo os fascina, nem mesmo ouvindo uma música que gostam (poem o volume mais alto, cantam dançam, choram...).

 

Se achares desgastante ter uma relação com alguém intenso, deixa-o e procura alguém mais contido, pois seria um crime abranda-lo e impedi-lo de se expressar.

 

Pessoas intensas, são criaturas que estão longe do constante, aceleram dos 0 aos 100 em tudo o que fazem e travam de 100 a 0 brutalmente. Não tem dispositivo de controlo de velocidade e estão longe de pretenderem uma vida sempre a uma velocidade constante de 50 kms/h.

São entendidas como interessantes pois arrebatam paixões, causam impacto e fazem as coisas por instinto.

 

Paninhos quentes, frases consoladoras não contentam, esperam que alguém faça a diferença e lhes diga como atingir o que pretendem.

Oferecer um chá calmante pode não resolver de muito, mas um intenso vai considerar a tua intenção e a atenção, vão lembrar-se que foi importante para o processo de recuperação.

 

 

Apaixonados demais, querem absorver a alma de quem amam e dar-lhes a sua por inteiro. Gostam de lambuzar a vida, rir e chorar demais.

 

Não são desequilibrados, são intensos!

 

Esperam amor e dão amor demais, dão tudo o que tem no limite. Mas se não for reciproco e na mesma intensidade, passam de 100 a 0 num instante.

 

A pior coisa que se pode fazer a quem vive a vida desta forma é causar-lhe desânimo, deixa-lo com preguiça de ti. O que é constante causa preguiça e deixa-los um dia sem despertar algo de bom é um risco, porque são viciados em intensidade e precisam satisfazer essa necessidade.

 

A pessoa intensa para se manter satisfeita quer sentir tudo, todos os dias de 0 aos 100, e só assim se consegue manter uma pessoa intensa satisfeita. Não sabem o que é meio termo, começarão do 0 e com o passar do tempo, se não as levares a 100, pode ser que a elasticidade se perca, que ambos não passem mais do copo meio cheio e é aí que arranjam outra fonte de inspiração. Pode não se tratar de um amante, mas poderá ser alguma atividade da qual se torne amante, cujo perigo poderá ser de não ter o ânimo de chegar aos 100 contigo.

 

 

 

"Ás vezes eu tenho vontade de ser menos intensa, só para poder entender como o resto do mundo aguenta essas coisas que me devoram permanentemente e de uma forma tão absurda..."

 

Clarisse Lispector

 

 

 

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D