Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Migalhas? Não obrigado!

nkjnkjnkjnk.JPG

 

 

 

 

Sabem aquela célebre frase do Diácono Remédios: Meus amigos, não havia necessidade!

 

Se chegamos ao fim do dia com aquela sensação que estamos a ir contra os nossos princípios, seja no trabalho, nas amizades ou numa relação, quando sentimos a nossa energia sugada é a hora de pararmos para tomar consciência do rumo que a nossa vida está a levar e terminar esta batalha.

Terminar com este ciclo é um ato de verdadeira coragem, parar de adiar por receio do que irá acontecer connosco ou por reações alheias.  

Só nós sabemos o que é que queremos para a nossa vida, pode vir o pai, a mãe, a prima ou amiga opinar, mas como costumo dizer: "a vidinha é minha, sou eu que a experiencio e só vivo uma vez!".

Ninguém pode decidir por ti, ninguém pode sentir por ti, ninguém pode viver por ti.

 

 

 

"Dono do meu destino, capitão da minha alma" 

Martin Luther King

 

 

 

Será que vale a ena sofrer as consequências do piloto automático e deixar o nosso navegar ao sabor do vento e das marés? 

Que tal tomarmos as rédeas da nossa vida? As atitudes comandam a vida.

 

Basta de sobreviver, do tanto faz, do deixa andar, do esperar sentado, é chegada a hora de viver e de viver como merecemos e não menos do que isso!

 

Vamos fazer o exercício de nos colocarmos fora do nosso corpo e observarmos o espétaculo da nossa vida, como um mero expectador. Serenamente analisemos o que não nos agrada neste momento. Olhemos para esta pessoa que vemos agora e percebamos quais as atitudes que toma e que não acarretam nada de positivo, que convívio tem tido com pessoas que a amam e que importância tem dado a coisas que nada de bom lhe trazem. Como lida com as dificuldades e se desiste na primeira escalada. Analisemos se os amigos serão realmente amigos e se aquela pessoa insiste em conviver com relações abusivas.

 

Aí, sentado nessa bancada, quais conselhos que darias a esse ser humano?

 

Eu tenho medo de ficar nesta mesmice, antes assumir o controlo da minha vida, sonhar, inventar

Se não tentarmos nunca vamos saber.

Eu acredito em mim!

 

 

 

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D