Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

Achas que tens consideração pelos outros?

 

IMG_9383.JPG

 

 

 

Ter consideração por quem de alguma forma convive ou se cruza connosco significa pensarmos em como os outros se sentem, colocarmo-nos no lugar deles, sermos sensíveis e gentis. Esquecemo-nos muitas vezes que as outras pessoas podem magoar-se com as nossas ações, seria importante se deixassemos um bocadinho de lado as nossas necessidades e termos consideração pelo outro. Posto isto, seguem algumas dicas que servem para nos alertarem em determinadas situações do nosso quotidiano para esta questão da consideração pelo outro:

 

 

 

Escolher os momentos de falar para não o fazermos na hora errada, cientes de que estamos a conversar com pessoas com a mesma mentalidade e receptivas ao nosso discurso. Ter também em atenção que não estamos a interromper nem a causar transtornos.

Ex: Não anunciar sobre o nosso casamento, quando a amiga acabou de perder o marido ou se alguém nos fala entusiasmado do novo projeto, não devolver o assunto com uma carga de negatividade. Esperar ter uma conversa a sós com alguém que cometeu um erro e não anuncia-lo em praça pública.

 

 

Escolher as palavras certas para que as pessoas estejam receptivas, principalmente quando estamos a tentar alertar alguém de algum comportamento menos favorável.

Ex: Em vez de dizermos ao namorado que ele nos sufoca, podemos dizer que não nos estamos a sentir confortáveis ou que nos estamos a preocupar com o rumo que a nossa relação está a levar.Tentar evitar o "tu" e o apontar o dedo.

 

 

Não concentrar só em nós as conversas, falar sem perceber que as outras pessoas não estão interessadas ou relatar acontecimentos sem parar não dando oportunidade aos demais. É igualmente importante analisar a pertinência e conveniência da nossa conversa no momento. 

 

 

Agradecer ao outro (mantendo o contacto visual) por algo que tenham feito por nós, até a a coisa mais simples. Agradecer o quanto significou para nós determinado gesto em algum momento.

Ex: enviar um mimo para mostrar a nossa consideração, um postal de agradecimento, bombons...
 
 
Pedir desculpas quando cometemos um erro. Se magoamos alguém devemos pedir desculpas mantendo contacto visual, dizendo à pessoa o quanto nos importamos e referindo que não se irá repetir. Pessoas que tem consideração assumem a sua responsabilidade e sabem quando ferem os sentimentos de alguém, mesmo se não tiveram a intenção. 
 
 

Antecipar as necessidades dos outros mesmo antes que eles mesmos percebam.

Ex: Se o nosso familiar vai chegar cansado do trabalho, prepara-lhe uma refeição ou se os teus colegas de trabalho estão maçados oferece-lhes um café...

 

 

Ter consideração pelos outros quando estamos em público. É importante termos a noção que a nossa liberdade termina onde começa a do outro. 

Ex: Colocar a toalha da praia juntinho à do vizinho, falar alto ou ouvir música da mesma forma em locais que possam incomodar as outras pessoas, obrigar os não fumadores a terem de levar com o fumo do nosso cigarro, não fazer ruídos durante uma aula ou palestra, ter em atenção para não esbarrarmos com as pessoas na rua ou empurra-las na fila do supermercado.....

 

 

Atender à situação financeira das outras pessoas que envolvemos nos nossos "eventos". Antes de propormos o que quer que seja, devemos de ter esta questão em conta e  encontrarmos alternativas mais baratas para incluir as pessoas e não fazê-las sentirem-se mal por não puderem pagar.

 

 

Ser sensível, implica que nos saibamos expressar sem ofender as pessoas. Podemos manifestar a nossa opinião sendo gentil sem magoar e sem mentir. Ao magoarmos as pessoas vamos fazer com que estas não retenham a nossa mensagem e não estejam dispostas a mudar.

 

 

Fazer coisas pelas pessoas quando elas precisam de ajuda, mesmo antes que peçam e mesmo nas situações em que a pessoa não queira pedir.
 

Ex: fazer as compras para um colega, ajudar nas tarefas domésticas, dar espaço para as pessoas se sentarem perto de nós, segurar a porta para passarem, oferecer um medicamento se alguém que está com dor de cabeça...

 

 

Ter boas maneiras significa que não se pode ser rude ou irritante em situações sociais, mesmo que o significado de "bons modos" mude consoante o público.

 

 

Compartilhar algo com significado para nós, seja o bolo que trouxemos para o lanche, o casaco numa noite fria, quer o nosso espaço fisico...

 

 
Ser pontual também é importante na medida em que mostramos que temos atenção pelo tempo das pessoas. Atrasarmo-nos pode levar a que o outro sinta como se não nos importássemos de faze-lo esperar. Se nos atrasarmos por algum motivo devemos avisar e sermos honestos com a hora prevista de chegada.

 

 

Fazer ações de bondade até mesmo com desconhecidos, nomeadamente aqueles que precisam mais. Cultivar este habito irá ajudar a termos mais consideração pelo outro.
 
Ex: ajudar alguém a carregar os sacos, elogiar aquela colega de trabalho que mudou o corte de cabelo, doar bens ou trabalho voluntário a uma instituição...
 
  

Manter o nosso espaço limpo, quando partilhamos casa, quando somos convidados.... Não deixar que os outros tenham a responsabilidade de arrumar o que é nosso ou conviver com a nossa falta de zelo.

 

 

Podemos treinar estas e outras formas de consideração todos os dias, mesmo que já tenhamos esta aptidão "nata", há sempre possibilidade de a desenvolvermos pois a prática leva à especialização e ter aquele jogo de cintura dá sempre charme!

Não esquecer do velho ditado que diz: "mãos que não dais pelo que esperais?

 

 

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D