Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As pegadas da coelha

"Transforma-te na tua melhor versão"

A gratidão como modo de vida

IMG_0740.JPG

 

 

 

"O essencial é invisível para os olhos, só se pode ver bem com o coração."

 

 

 

Não haverá época mais propicia para pensar no tema Gratidão do que esta. Tempo de balanços do que correu bem, menos bem, dos desvios de percurso, de perspetivar o novo ano que está a porta.

 

Olhar para o nosso percurso com gratidão foca-nos naquilo aquilo que temos e que realmente vale a pena, deixando de lado o que ainda supostamente nos falta, desviando-nos da onda de negatividade e estivermos orientados para agradecer ficamos mais aptos para resistir ao stress do dia a dia. 

 

Certamente que todos os dias recebemos mais do que damos, a lista é infindável, desde o que comemos, à capacidade de ter um emprego, de termos família, de nos deslocarmos... É claro que praticamente sempre poderíamos estar melhores, mas o facto sermos gratos no momento dá-nos asas para novos rumos na nossa vida.

Precisamos estar atentos para que este processo de gratidão possa funcionar, aplicando-o nas pequenas coisas do nosso quotidiano (ter dormido numa cama confortável, ter feito uma refeição saborosa, ter colegas prestáveis...).

A velha história que dinheiro não traz felicidade tem a sua fundamentação, ou então por esta ordem de ideias todo o rico seria feliz. Não existe sim felicidade plena sem gratidão. 

 

 

Que tal praticarmos esta gratidão como um modo de vida?

 

 

Valorizando as coisas boas da nossa vida estamos a direcionar a nossa energia para o que realmente importa, é ganho de paz!

Agradecer as experiências passadas que nos trouxeram até onde estamos hoje é o passo para perdoarmos e nos libertarmos do sentimento de vitimização e da negatividade, faz-nos viver com mais satisfação, alegria e dá-nos mais confiança.

 

Estamos a falar de uma escolha consciente entre ver as maravilhas da vida ou as desgraças. A mente apenas processa um assunto de cada vez por isso desviar a atenção para a felicidade é um ato de mestria.

 

Manter este estado é um desafio constante, é importante encontrarmos momentos na nossa vida acelerada para contemplar o aqui e agora. Aceitar as coisas como são e ambicionarmos fazer diferente é o caminho. Este processo auxilia também no perdão ao nosso critico interior que constantemente é o nosso maior sabotador.

No dia-a-dia tomamos muitas vezes por garantido tudo o que recebemos e pior do que isso é o facto de encontrarmos defeitos.

A comparação com o exterior é outro entrave a este estado de felicidade, ao invés disso a comparação que é feita deverá ser apenas connosco mesmos, com o que já fomos, o que tivemos e onde estamos.

 

 

Estratégias para ser mais grato:

 

  • Escrever antes de dormir num caderno próprio todas as coisas boas que temos e vivenciamos hoje, desde as coisas mais simples como uma musica que se ouviu e nos tocou.

     Ps: não vale agradecer sempre as mesmas coisas e tem de ser de coração!

  • Identificar pensamentos ingratos e transforma-lo em pensamentos gratos
  • Lembrar do pior em comparar com o que nós temos 
  • Começar o dia com frases de gratidão e torna-las o nosso mantra 
  • Ter um objeto de gratidão que nos faça lembrar, seja um post-it, uma mascote ou lembretes no telemovel
  • Imaginar que perdemos as coisas que damos como certas (casa, capacidade física, um familiar, um amigo) e depois imaginemos receber isso tudo de volta.

 

 

Agradece as coisas boas e às pessoas que acrescentam magia aos teus dias, carrega coisas boas no teu peito e procura ser a flor que brota em solo cada vez mais seco e espinhoso. 

 

 

O que te comoveu hoje?

O que ou quem te inspirou hoje?

O que te fez sorrir?

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre a coelha

foto do autor

Pub

Parceiros

lista de parceiros

Vasculhar

 

Correio

Instagram

Facebook

Bloglovin

Follow

Baú

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D